"Brasil decente, Temer presidente", diz o movimento

BRAZIL - Centenas de cidadãos de bem, que produzem, furam o sinal de trânsito civilizadamente e sonegam seus impostos de renda em dia, se reuniram ontem à tarde no Facebook para exigir a renúncia imediata do presidente Lula. "Basta! Se ele não deixar a presidência por conta própria, vamos apontar mísseis para Cuba", ameaçou o blogueiro Reynald McNamara. "A única contribuição do Nordeste para o Brasil era a seca. Agora São Paulo não precisa mais daquela gente de cabeça diferenciada", completou o sociólogo Diogo Mainard.

Um abaixo-assinado do movimento foi publicado hoje em forma de editorial no jornal O Globo. "A eleição presidencial mais parelha dos 125 anos de República deixa o país dividido entre os que produzem e pagam impostos e os beneficiários de programas sociais", diz o subtítulo.

Em paralelo, a outra metade do país, dividido pelo PT, iniciou seu movimento. "Já estamos recolhendo o cancelamento de assinaturas para exigir o impeachment do PIG", anunciou a vândala Sininho Chauí.

Um sistema de pontos corridos definirá, em breve, os próximos confrontos.