Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, São Paulo, Morumbi, Homem, de 56 a 65 anos



Histórico


    Votação
     Dê uma nota para meu blog


    Outros sites
     Agência Brasil
     BBC Brasil
     Dicionário Cravo Albim da Música Popular Brasileira-MPB
     Consulta remédios
     Redescobrindo, blog do Eduardo Matosinho
     Vivendocidade
     ORIGEM DA PALAVRA : SITE DE ETIMOLOGIA
     Site - Flight radar
     Blog do Claudio Castoriadis
     KDFRASES
     Eternas Músicas
     REVISTA "RETRATO DO BRASIL"
     Calmante com champagne 2.0
     Scream & Yell - Cultura Pop
     Saber - Literário
     Projeto Releituras
     Análise de letras de música
     Sopa Cultural
     O Essencial da MPB
     SUA PESQUISA.COM
     Site Oficial de Vinícius de Moraes
     Caricaturas
     Kibe Loco
     Jacaré Banguela
     Sou sentimentos...
     Perca Tempo - O Blog do Murilo
     Pragmatismo Político
     Revista Bula
     PORTAL DOS JORNALISTAS
     IMPLICANTE
     PORTAL A TARDE
     Literatura
     Academia Brasileira de Letras : Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa
     Aviões e músicas
     NORTE VERDADEIRO
     Revista Fórum
     CONTEÚDO LIVRE
     PALAVRAS, TODAS PALAVRS
     Anos dourados: Imagens & fatos
     A MAGIA DA POESIA
     DIÁRIO DO NORDESTE
     SAUDADE FM (OUÇA ESTA EMISSORA AO VIVO)
     CAZZO RADIO TUBE
     Conexão Vasp
     BESTA FUBANA
     BLOG DO NOBLAT
     BLOG DO JOSIAS DE SOUZA
     CHARGE ONLINE
     DIÁRIO DO PODER
     HUMOR POLÍTICO
     BLOG DO TOINHO DE PASSIRA
     DISCOTECA PÚBLICA
     DCM - O ESSENCIAL
     CONSULTOR JURÍDICO
     MUSEU DE IMAGENS
     FAMOSOS QUE PARTIRAM
     SENSACIONALISTA
     FILOSOFIA E TECNOLOGIA
     MUCO: MUSEU DA CORRUPÇÃO
     BLOG DO FÁBIO CAMPANA
     BRASIL NOTÍCIA
     O NORDESTE. COM
     LOROTAS POLÍTICAS & VERDADES EFÊMERAS
     BLOG DA CIDADANIA
     UCHO.INFO
     BACK CO.
     RÁDIO USP - SÃO PAULO - 93.7
     ROTA 2014 - Blog do José Tomaz
     Blog do Lucafe
     ANCELMO.COM
     BLOG DO AMARILDO
     CONTEXTO LIVRE
     Blog do Sidney Rezende
     Jornal Opção
     AVIAÇÃO É VIDA
     BLOG DA SUZY (Receitas práticas e fáceis)
     PAGODE DE MASSA
     Blog SUPER INTERESSANTE
     BLOG DOS APOSENTADOS
     BLOG DO DEDÉ MONTALVÃO
     NÁUFRAGO DA UTOPIA
     ÍNDICE DE ARTIGOS, ETC
     OBSERVATÓRIO da IMPRENSA
     REIPULANTES NEW
     VINDO DOS PAMAPAS
     QUESTIONA BRASIL
     THE BRAZILIAN POST
     BOCA MALDITA
     CULTURA AERONÁUTICA
     LUIS NASSIF ONLINE/GGN
     DEMOCRACIA POLÍTICA e NOVO REFORMISMO
     NOEL ROSA - 100 CANÇÕES
     JOSÉ PEDRIALI
     MINHA TECA
     LETRAS DE MÚSICA
     ORFÃOS do LORONIX
     GRANDES SUCESSOS DE NELSON GONÇALVES
     AEROFOTOS
     ZERO HORA NOTÍCIAS
     DIÁRIO DA MÚSICA
     SAMBA, CHORO E FORRÓ
     FOLHA PODER
     JORNAL PAULISTANO
     Coisas do Mundo, Minha Nêga
     BLOG DO CACHORRO
     REDE BRASIL
     HISTÓRIA DO MUNDO
     PRINCESA SUSI
     RECADOX
     O POVO COM A NOTÍCIA
     PORTAL DO LUÍS NASSIF
     BOLACHA DE CERA
     NEWS AVIA
     BLOG DO LIBERATO
     TOMA MAIS UMA
     FCS BRASIL
     BLOG DO JOÃO MATOSINHO (SOBRINHO)
     INFO ABRIL
     PARANA ONLINE
     WEB: RÁDIO ÉPOCAS
     LIVRE IMPRENSA
     ASMETRO-SN
     Juru em destaque (ouça ALFA FM)
     CHECK-IN O BLOG DA AVIAÇÃO
     RÁDIO FORMA & ELENCO MARTONI
     RAPADURA CULT
     SOU CHOCOLATE E NÃO DESISTO
     HARMONIA SANGREAL
     E VIVA A FAROFA
     RECANTO DAS LETRAS
     TUDO POR EMAIL
     HOMO LITERATUS
     BLOG DO MAGNO
     NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
     BLOG DO WELBI
     PODER AÉREO
     POEMAS e FRASES
     DW
     Victorino's Produções (site de músicas)
     300 DISCOS IMPORTANTES DA MPB
     HANGAR ZERO
     SP ANTIGA
     A TRIBUNA DE SANTOS
     DIÁRIO DE PERNAMBUCO
     FOLHA DE S. PAULO
     EL PAÍS INTERNACIONAL
     BLOG DO NOBLAT
     ESTAÇÃO JAZZ E TAL
     JORNAL O TEMPO - BELO HORIZONTE MG
     AVIÕES EM FOCO
     NAVEGAÇÕES NAS FRONTEIRAS DO PENSAMENTO
     BLOG DO RAFAEL BRASIL
     A CASA DE VIDRO
     EM INTERNACIONAL
     VIDEVERSUS
     ANÁLISE SOBRE MÚSICA BRASILEIRA
     TRIBUNA DA INTERNET
     PRELÚDIO PARA SONHAR E AMAR
     JORNAL EXTRA
     SITE POEMAS & CANÇÕES
     CONEXÃO JORNALISMO
     POLÍTICA PARA LEIGOS
     Blog do jornalista Polibio Braga
     BLOG DO MÁRIO MAGALHÃES
     CANHENHO - BLOG DO MATOSINHO
     MEIO AÉREO
     IMPRENSA VIVA
     TEMPOS QUE NÃO VOLTAM MAIS
     CULT CARIOCA
     ALTÍMETRO 2992
     DIVA DEPRESSÃO
     PROSA, VERSO e ARTE
     Site BEM PARANÁ
     CORDEL DE DALINHA
     SOLDA CÁUSTICO
     REALIDADE RE VISTA
     BLOG DO RICARDO BECCARI
     O PALMA
     KBOING (músicas)
     BLOG MARLI GONÇALVES
     SIM, NÓS PODEMOS!!!
     JORNAL DO BRASIL
     JORNALISTAS LIVRES
     JUSTIFICANDO
     DIÁRIO da MÚSICA
     LETRA, MÚSICA & HISTÓRIA
     IMAGENS DO GOOGLE
     BONDeblog
     RÁDIO SOCIAL PLUS BRASIL


     
    blogdomatosinho.zip.net, independente que funciona como mecanismo que repercute noticias, opinioes, artigos, músicas e charges. Editor Edson Antonio Ferreira Matosinho


    blogdomatosinho.zip.net

    Blog do Matosinho 

    VOLTE SEMPRE!

    A imagem pode conter: céu

    blogdomatosinho.zip.net



    Escrito por Edson Matosinho às 16h58
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    Opinião de Ricardo Boechat

    Caldo de Galinha

    Ricardo Boechat - ISTOÉ

    É perda de tempo rememorar as inúmeras tentativas levadas a cabo nos últimos três anos com o objetivo de melar a Lava Jato. Foram e continuam sendo tantas que boa parte dos cidadãos já reage a elas sob o efeito anestésico produzido por manchetes que se repetem indefinidamente, perdendo capacidade de chocar, por mais escandalosos que sejam os fatos expostos.

    Também não deve surpreender a diversidade de conspiradores, uma galera que inclui, em diversos níveis de envolvimento e discurso, presidentes, ex-presidentes, ministros, governadores, magistrados, juristas, partidos e, claro, políticos. Sendo tão articulada e poderosa essa frente ampla, tudo que a “República de Curitiba” não precisa é cometer erros que os fortaleça.

    Moro, Dallagnol & seus Blue Caps, como é notório, fizeram movimentos que pareceram inspirados por seus inimigos. Da condução coercitiva de Lula à divulgação de grampos de Dilma; da coletiva do “power point” à prisão hospitalar de Guido Mantega, os erros de ação ou comunicação mais deram trunfos aos adversários do que fizeram avançar as investigações.

    O juiz e os procuradores federais sabem o quanto de minas estão enterradas onde pisam e saltitar no terreno – prendendo blogueiros por causa de furos jornalísticos, por exemplo – é o menos recomendável.

    Só os mal intencionados (ou comprometidos) negam o saldo altamente positivo que a Lava Jato acumula até aqui, mas a herança que vai deixar ainda depende de muitos capítulos a serem encenados em palcos onde os mocinhos nem sempre vencem.

    Os ensaios mostram que os vilões da trama estão cada vez mais unidos e ousados, costurando a anulação de provas “licitamente obtidas mas criminosamente divulgadas” e blindagens legais aos suspeitos.

    Num ambiente desses, ter cautela (não confundir com temor) é questão de vida ou morte, pois qualquer vacilo pode ser fatal. Basta ver o quanto cresceram os ataques à Lava Jato, nos últimos dias, a partir da barulhenta Carne Fraca.

    O delegado Moscardi Grillo expôs um gravíssimo esquema de corrupção juntando frigoríficos, parlamentares e alguns fiscais do Ministério da Agricultura, mas o tsunami provocado pela espalhafatosa divulgação da “maior operação de todos os tempos da Polícia Federal” está fazendo a alegria dos que sempre surfaram nas ondas da impunidade.



    Escrito por Edson Matosinho às 16h55
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    Resenha em charges


    Sponholz - Jornal da Manhã

    Fernando - Jornal da Cidade de Bauru



    Tacho - Jornal NH

     

    Chico Caruso - O Globo

    Clayton - O Povo



    Bruno - Valparaibano



    Alpino

    Pater - A Tribuna

     

    Miguel - Jornal do Commércio



    Amarildo

     

    Edcarlos



    J. Bosco - O Liberal



    Miguel - Jornal do Commécio



    Clayton - O Povo

     

    Nani



    Pater - A Tribuna

     

    jorge Braga - O Popular



    Myrria - A Crítica


    Cazo - Comércio do Jahu


    Alves

    random image

    Ivan Cabral


    Escrito por Edson Matosinho às 12h17
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    "Se comi ou se fingi, o importante é o cachê recebi"

    Os Marcheiros apresentam a Paródia
    "Se comi ou se fingi, o importante é o cachê recebi"
    Resultado de imagem para Roberto Carlos comendo carne da Friboi

    BICHO É UMA BRASA MORA!!!
    REI DO NENHENHENHÉM.

    https://www.youtube.com/watch?v=s__FNP7RwQw


    Escrito por Edson Matosinho às 12h00
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    10 perguntas e respostas sobre terceirização

    Entenda: 10 perguntas e respostas sobre terceirização

    A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira o projeto que libera a terceirização do trabalho e também altera as regras para contratação temporária. O texto segue para a sanção do presidente Michel Temer. O Senado tenta aprovar uma lei com mais restrições à terceirização.

    Veja abaixo dez perguntas e respostas sobre as mudanças aprovadas pela Câmara:

    1. Quais atividades podem ser terceirizadas?
    Segundo o texto da Câmara, todas as atividades das empresas, inclusive as chamadas atividades-fim. Isso significa que uma escola poderá terceirizar professores, e não apenas os funcionários da manutenção e limpeza.

    2. O trabalhador terceirizado tem carteira assinada?
    Sim, a carteira de trabalho é assinada pela terceirizada, não pela empresa na qual ele presta serviços.

    3. Quais direitos o trabalhador terceirizado não tem?
    Ele tem os mesmos direitos que o funcionário contratado diretamente pelas empresas, como férias, 13º salário, FGTS e vale-transporte.

    4. O terceirizado tem os mesmos benefícios do contratado direto?
    Ele tem direito aos benefícios que a terceirizada, que assinada sua carteira oferece, que podem não ser os mesmos da empresa na qual presta serviços, como assistência-médica e odontológica.

    5. Se os direitos são os mesmos, por que o trabalhador terceirizado é mais barato?
    A empresa contratante não tem mais os custos de admissão e demissão do funcionário, que passam a ser da terceirizada. Ela também não precisa mais se fazer provisão para arcar com custos de eventuais ações trabalhistas.

    6. O terceirizado pode ser sindicalizado?
    Pode, mas deve se filiar a um sindicato de prestadores de serviços, e não à entidade que representa os trabalhadores da empresa na qual exerce suas atividades.

    7. O terceirizado ganha menos que o contratado direto?
    O texto aprovado na Câmara não garante que terceirizados ganhem o mesmo que os contratados na mesma função. Entidades sindicais dizem que a massa salarial caiu nos países que adotaram a terceirização irrestrita.

    8. As empresas podem demitir funcionários e recontratá-los como terceirizados?
    Sim, o texto aprovado na Câmara não prevê nenhum impedimento para as empresas adotarem essa estratégia.

    9. O que muda no trabalho temporário?
    Empresas não podiam contratar trabalhadores temporários por mais de três meses. Agora, o prazo foi ampliado para seis meses, podendo ser prorrogado por mais três.

    10. Que direitos o trabalhador temporário não tem?
    Ele não tem direito ao aviso-prévio de 30 dias, pois seu contrato de trabalho é por tempo de trabalho determinado.

    Fonte: Veja

    blogdomatosinho.zip.net



    Escrito por Edson Matosinho às 11h55
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    Terceirização: esclarecimentos e impactos sobre os aeronautas

    Terceirização irrestrita: esclarecimentos e impactos sobre os aeronautas
    Resultado de imagem para Terceirização irrestrita: esclarecimentos e impactos sobre os aeronautas
    A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (22) por 231 votos a favor, 188 contra e 8 abstenções o texto-base do projeto de lei que autoriza o trabalho terceirizado de forma irrestrita para qualquer tipo de atividade. 


    A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira (22) um projeto de lei que autoriza o trabalho terceirizado de forma irrestrita para qualquer tipo de atividade no país, inclusive a chamada “atividade-fim”. O texto aprovado é de 1998 (PL 4302/98) e já havia passado, naquela ocasião, pelo Senado, mas desde então estava engavetado. Desta forma, o projeto precisa agora apenas da sanção presidencial para que possa entrar em vigor ―o presidente pode vetá-lo no todo ou em partes.

    Nesta quinta (23), o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), afirmou que os senadores irão votar nos próximos dias um projeto mais recente sobre o tema, que data de 2015 e que traz mais salvaguardas aos trabalhadores do que o projeto que os deputados enviaram para a sanção de Michel Temer. Com isso, o presidente poderia fazer uma "seleção" do que irá sancionar nos dois projetos. Ou seja, a discussão sobre o tema ainda não está esgotada e nem totalmente definida.

    O Sindicato Nacional dos Aeronautas avalia que terceirização da mão-de-obra na aviação, numa primeira e crua análise, seria de difícil implementação, pois o setor possui peculiaridades e regramentos específicos ―sejam nacionais, como os da Anac, ou internacionais, como os da Icao. Além disso, o setor requer profissionais especializados, que passam por constantes avaliações e frequentes treinamentos, o que afasta, em princípio, o risco de contratações de terceirizados.

    Apesar das particularidades no que se refere aos aeronautas, e apesar de ainda haver a possibilidade de alterações nas regras da terceirização devido à tramitação dos textos no Congresso, o SNA entende que o assunto é de extrema importância e merece toda a atenção da categoria. Por isso, todo o processo está sendo e será acompanhado de perto pelo sindicato, que atuará de forma a avaliar e mitigar os riscos para todos os tripulantes.

    Esta é mais uma das frentes em que o SNA está atuando para proteger os aeronautas. Os avanços ou a simples manutenção de direitos em temas como terceirização, capital estrangeiro, PL 8255/14 (nova Lei do Aeronauta), alterações no CBA (Código Brasileiro de Aeronáutica), dentre outros, só serão possíveis com todos os aeronautas se unindo em torno do SNA, se associando. Caso contrário, poderemos perder muito do que já foi conquistado até hoje.

    Fonte: Site do SNA - Sindicato Nacional dos Aeronautas

    blogdomatosinho.zip.net



    Escrito por Edson Matosinho às 11h54
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    Resenha em charges




    Nicolielo- Jornal de Bauru


    Luscar



    Tacho- Jornal NH


    Bruno Aziz- A Tarde




    Jarbas - Diário de Pernambuco




    Frank




    Pater - A Tribuna



    Miguel- Jornal do Commércio


    Aroeira - O Dia



    Sinovaldo


    Genildo


    Zop



    Veronezi - Correio Popular



    Escrito por Edson Matosinho às 12h58
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    Concorrência argentina na carne é fraca

    Veja que a concorrência internacional já começou.



    Escrito por Edson Matosinho às 11h29
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    Carne fraca e podre

    NYT: dúvida sobre agronegócio pilar da economia


    Jornais alertam para impactos do escândalo da carne para a economia nacional

    Da BBC Brasil

    Ao abordar a operação chamada "Carne Fraca" da Polícia Federal, algumas publicações mencionaram as consequências que a investigação poderá ter para a economia brasileira, já que ela atinge um dos principais produtos de exportação do país.

    Para o New York Times, o escândalo "lança dúvidas sobre a indústria do agronegócio no Brasil, um pilar relativamente firme da fraca economia do país". O jornal ainda diz que a investigação é mais um "golpe" na economia brasileira, que tem "lutado para se recuperar de escândalos colossais na Petrobras, a companhia nacional do petróleo, e na Odebrecht, uma construtora gigante."

    A operação deflagrada nesta sexta-feira é a maior da história da Polícia Federal e atinge duas das principais exportadoras do país - e maiores fornecedoras mundiais de carne -, a JBS e a BRF.

    Segundo as autoridades, as ações fraudulentas incluíam alterar os rótulos e as datas de vencimento dos produtos, injetar água na carne para aumentar seu peso e tratar as carnes com ácido ascórbico, substância potencialmente cancerígena. Alguns desses produtos, inclusive, teriam sido vendidos para fabricação de merenda escolar de colégios públicos no Paraná.

    Ainda de acordo com a investigação, as carnes adulteradas acabavam aprovadas por fiscais do Ministério da Agricultura, que recebiam suborno das empresas para isso. O New York Times menciona o vínculo dessas propinas com o PMDB.

    "Fiscais falsificavam liberações sanitárias, e propinas eram canalizadas para o Partido do Movimento Democrático Brasileiro, do presidente Michel Temer, segundo autoridades", afirma o jornal.

    A publicação ainda cita que "a JBS é uma das maiores produtoras de carne do mundo e que a BRF é uma grande exportadora de carne para o Oriente Médio e a Ásia".

    O britânico Financial Times também levanta dúvidas sobre o futuro da indústria da carne no Brasil após o escândalo.

    "A investigação - que a polícia afirma ter envolvimento de fiscais da saúde e políticos do Partido do Movimento Democrático Brasileiro recebendo propina das empresas - vai levantar preocupações sobre a indústria da carne brasileira, que ascendeu na última década para se tornar uma das mais importantes do mundo", afirma o jornal.

    Outras manchetes

    Os principais jornais do mundo noticiaram o que chamaram de "escândalo da carne no Brasil". O britânico The Telegraph citou as acusações de corrupção para "manter a carne podre no mercado".

    "Empresas brasileiras 'subornaram fiscais para manter carne podre no mercado' e se envolveram em investigação de corrupção", dizia a manchete. O jornal também mencionou o possível impacto do escândalo na economia brasileira.

    "As autoridades alertaram que o caso foi um duro golpe para a imagem internacional do setor de agronegócio brasileiro, com o qual o governo contava fortemente para ajudar o Brasil a se recuperar da pior recessão em décadas."

    "Ações da JBS fecharam na sexta em queda de mais de 11%, enquanto as da BRF caíram quase 8%", pontuou a publicação.

    Nos Estados Unidos, o assunto também ganhou destaque nos principais jornais. Além do New York Times, a CNN também falou sobre o caso, citando a "carne podre", e o Washington Post ressaltou o esquema de corrupção.

    "Brasil investiga gigantes de alimentos que estariam vendendo carne podre", era a manchete do canal americano, enquanto a publicação da capital trazia: "Gigantes indústrias de carne do Brasil são alvo em investigação sobre corrupção".



    Escrito por Edson Matosinho às 22h48
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    Opinião de Ricardo Kotscho

    Carne podre da corrupção chega à nossa mesa.

    Do Blog do Ricardo Kotscho

    Outro dia, diante da multiplicação das denúncias de casos de corrupção em todas as áreas da vida nacional, eu me perguntava aqui: o que falta ainda?

    Nesta sexta-feira, ficamos sabendo que a corrupção da carne podre chegou à mesa do brasileiro.

    Nada poderia sintetizar melhor o conluio criminoso entre agentes públicos, partidos políticos e grandes conglomerados econômicos.

    Indicações de fiscais federais de inspeção eram feitas muitas vezes pelas próprias empresas interessadas, com a prestimosa ajuda de parlamentares por elas financiados nas campanhas eleitorais.

    Em troca de propinas, 33 fiscais do Ministério da Agricultura liberavam estoques de produtos imprestáveis para o consumo e forneciam certificados sanitários adulterados.

    É disso que trata, em resumo, a Operação Carne Fraca desencadeada por 1.100 agentes da Polícia Federal, que investigaram 32 empresas, entre elas as duas maiores do país, a JBS e a BRF (Sadia e Perdigão).

    As duas empresas juntas distribuíram R$ 384,9 milhões em doações oficiais, sem falar em Caixa 2, durante a eleição de 2014.

    A maior doadora individual foi a JBS, dona das marcas Friboi, Seara e Big Frango, entre outras, que entrou com R$ 366,8 milhões rateados entre 25 partidos.

    Segundo o delegado Maurício Moscardi Grillo, entre os partidos envolvidos no esquema investigado pela Operação Carne Fraca estão o PMDB e o PP.

    O deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-PR), recentemente nomeado para o Ministério da Justiça, aparece numa gravação em que chama o fiscal Daniel Gonçalves Filho, suposto líder do esquema, de "grande chefe", ao intervir a favor de um frigorífico.

    Por não encontrar "indícios de ilegalidade", porém, a PF resolveu não incluir o ministro nas investigações.

    Para se ter uma ideia do estrago provocado por esta organização criminosa na mesa do consumidor brasileiro e na economia nacional, basta lembrar que o Brasil é o maior produtor mundial de carne bovina e de frango, área responsável por 7,2% das nossas exportações (US$ 11,6 bilhões em 2016).

    Produtos vencidos eram tratados com ácido sórbico (produto que pode causar câncer) e chegavam até a merenda escolar.

    "Inúmeras crianças de escolas públicas estaduais do Paraná estão se alimentando de merendas compostas por produtos estragados", alertou o delegado Moscardi Grillo em sua denúncia.

    O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, do PP, um dos partidos que apareceu envolvido no esquema, correu para estancar os prejuízos: "Esse é um assunto que não é só de polícia. É muito grave para o país, com riscos de imagem e de perda de mercado".

    Ainda neste final de semana o ministro pretende falar com o adido comercial da União Européia e embaixadas dos países importadores.

    As empresas denunciadas apressaram-se em divulgar notas oficiais e anúncios para negar irregularidades e garantir que cumprem todas as normas, exatamente como fazem os partidos e os políticos denunciados na Lava-Jato.

    Vida que segue, mas muito cuidado: a corrupção agora pode matar pela boca.



    Escrito por Edson Matosinho às 22h20
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    Vamos punir os culpados: Convesa para FRIBOR DORMIR

     

    A carne está podre igual ao governo do Michel Temer com seus ministros e os partidos aliados....


    Na carne, ácido. 
    No frango, papelão. 
    Na linguiça, cabeça. 
    No leite, soda. 
    Na cerveja, milho. 
    Na feira, veneno. 
    No corpo, câncer. 
    No remédio, farinha. 
    Na política, ladrão. 
    Na campanha, mentira!!! 
    E na cabeça do eleitor, MERDA. 
    Eis o retrato do Brasil...

     




    Escrito por Edson Matosinho às 19h21
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    Deu no Sensacionalista

    Nuggets da Turma da Mônica agora virão em gibi

    Os famosos nuggets da Turma da Mônica agora virão embalados de uma forma muito mais lúdica. A fabricante resolveu fazer os petiscos em quadrinhos.

    A iniciativa foi tomada depois que a Polícia Federal revelou que os maiores frigoríficos do país usam papelão no preparo de carnes e derivados.

    “É interessante porque a criança vai lendo, arrancando as páginas e comendo. Toda criança adora historinha, isso vai acabar com o problema dos meninos que não querem comer”, disse o representante da empresa.

    Se der certo, serão lançados também filé em palavras cruzadas para o público mais velho. 



    Escrito por Edson Matosinho às 18h58
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    Charge do dia

    Claudio Mor


    Escrito por Edson Matosinho às 20h25
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    Deu no Sensacionalista

    Lista de Janot tem 5 ministros, 6 senadores, 2 ex-presidentes e 200 milhões de otários

    Resultado de imagem para charge Lista de Janot

    Finalmente foi liberada parcialmente a lista mais aguardada que o Enem. O pedido de inquérito de Janot tem mais de 200 nomes de políticos. Mas o que mais chamou atenção foi que o documento traz uma relação de 200 milhões de nomes de brasileiros. 

    O envolvimento dos políticos era tão grande que os arquivos tiveram que ser levados em malas. Em algum momento, segundo assessores, Janot chegou a pensar em divulgar apenas os nomes de quem não estava envolvido pois a lista seria bem menor. “Era uma questão de consciência ecológica, já que os jornais 
    A lista dos otários foi dividida em várias classes. O “otário crente”, por exemplo, acredita que o povo aprendeu e na próxima eleição vai votar diferente. O “otário coxinha” acha que o único culpado é o PT. Já o “otário petralha” diz que a culpa é dos coxinhas.



    Escrito por Edson Matosinho às 10h25
    [] [envie esta mensagem] [ ]



    Opinião de Bernardo Mello Franco

    A bomba que caiu em Brasília

     

    Bernardo Mello Franco - Folha de S.Paulo

    nova lista de Janot lança ao menos cinco ministros de Estado, os presidentes da Câmara e do Senado e os últimos dois presidentes da República numa corrida pela sobrevivência. O material provocará mais baixas num sistema político que já vive há dois anos sob ameaça permanente da Lava Jato.

    A megadelação da Odebrecht atinge em cheio o governo Temer. Os dois ministros mais próximos do presidente, Eliseu Padilha e Moreira Franco, devem passar à condição formal de investigados. Os peemedebistas tentarão se agarrar nos cargos para não perder o foro privilegiado.

    A Procuradoria também pediu a abertura de inquéritos contra dois ministros do PSDB: Aloysio Nunes e Bruno Araújo. Os senadores José Serra e Aécio Neves, que ainda sonham em disputar a Presidência, reforçam o grupo de tucanos na berlinda.

    No Congresso, a lista de delatados é encabeçada pelos presidentes Rodrigo Maia, do DEM, e Eunício Oliveira, do PMDB. Eles estão entre dezenas de parlamentares que precisarão se defender no Supremo.

    Apesar da artilharia contra o Planalto, o PT não tem motivos para festejar. Os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff e os ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega também entraram na mira de Janot e serão investigados na primeira instância.

    Antes de conhecer a lista completa, a cúpula do novo regime já buscava rotas de fuga. A primeira aposta é ressuscitar a anistia ao caixa dois, embalada numa reforma política de ocasião. Nesta quarta (15), Temer receberá Maia, Eunício e o ministro Gilmar Mendes para discutir o assunto.

    Pouco antes de as delações chegarem ao STF, um ministro do governo comparou seu impacto ao de uma bomba nuclear. "Agora só dá para ver o cogumelo de fumaça. Vamos esperar para saber quem morreu, quem ficou ferido e quem tem chance de escapar", disse. O ministro comentou que esperava não ser lembrado por Janot. Em seguida, levantou-se e bateu três vezes na madeira. 



    Escrito por Edson Matosinho às 07h40
    [] [envie esta mensagem] [ ]




    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]