Canhenho, blogue independente que funciona como mecanismo que repercute noticias, opinioes, artigos, charges. Editor Edson Antonio Ferreira Matosinho


Resenha em charges

Resenha em Charges

Tropeços


Lewancowski x gilmar mendes mma luta ringue dilma rindo Impeachment tropeco democracia fatiamento julgamento 2
Amarildo

Destituição de Dilma foi um 'tropeço na democracia', diz presidente do impeachment Comentário foi feito durante uma aula do minsitro na USP

Destituição de Dilma foi um 'tropeço na democracia', diz presidente do impeachment


Comentário foi feito durante uma aula do ministro na USP

Sponholz



Sponholz



Duke - O Tempo

nivel-eleicao
Sérgio Paulo


Heitor - Jornal Primeira Linha


Thiago


Sinovaldo - Jornal NH


Iotti - Zero Hora


Edra - Diário de Caratinga


Ykenga



Tacho - Jornal NH


Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 10h24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Cães, o melhor amigo do homem

Cães conseguem entender a entonação e as palavras humanas


Eniko Kubinyi/Eotvos Lorand University via Aassociated Press
Cachorros treinados que participaram de estudo sobre como eles processam a informação dita por seus donos. (Eniko Kubinyi/Eotvos Lorand University via AP) ORG XMIT: NY110
Cães treinados participaram de estudo sobre como os animais processam a palavras ditas por humanos

Ricardo Bonalume Neto

"Lana, vamos passear?"

Os donos dessa cocker spaniel inglês, Anita e este repórter que vos escreve, acham que ela entende a frase, mas presumem que a entonação com que ela é dita surte mais efeito. No entanto, quando a palavra "passear" foi dita de modo neutro, a cachorrinha começou a saltitar em torno da gaveta onde fica sua guia.

É mais ou menos esse o teste que cientistas húngaros fizeram com 13 cães. A conclusão é que os pets entendem tanto o vocabulário quanto o tom da voz de humanos.

A pesquisa feita pela equipe de Attila Andics, da Universidade Eötvös Loránd, de Budapeste, Hungria, mostrou ainda que cães têm a capacidade de distinguir palavras de um vocabulário e captar a entonação da fala dos seus donos usando regiões cerebrais semelhantes àquelas usadas por seres humanos.

O estudo sairá na edição da próxima sexta na revista americana "Science".

Para Andics, a aprendizagem do vocabulário "não parece ser uma capacidade exclusivamente humana que se segue a partir do surgimento da linguagem, mas sim uma função mais antiga que liga sequências sonoras arbitrárias a significados".

Para chegar à conclusão do estudo, os pesquisadores mediram a atividade do cérebro dos cães, mas antes foi preciso treinar os cães para ficarem quietos dentro dos aparelhos de ressonância magnética. Eles ouviam então gravações de vozes de seus donos ou treinadores usando várias combinações de vocabulário e entonação, ou elogiando ou de modo neutro.

"A imagem por ressonância magnética funcional fornece um método não invasivo e inofensivo de medição de que os cães gostam", diz Marta Gácsi, etóloga e coautora do estudo.

Independentemente da entonação, cães reconheceram cada palavra como algo distinto e o fizeram de uma forma similar aos seres humanos, usando o hemisfério esquerdo do cérebro.

Também como acontece com humanos, os pesquisadores descobriram que os cães processam a entonação separadamente do vocabulário, nas regiões auditivas no hemisfério direito do cérebro.

Andics e colegas observaram que o elogio ativa o "centro de recompensa" do cérebro dos cães –a região que responde a estímulos de prazer, como comida, sexo, ser acariciado. Mas o centro de recompensa só era ativado quando o cão ouvia tanto palavras de louvor e com entonação adequada.

Isso mostra que, para os cães, um elogio pode funcionar muito bem como recompensa, mas funciona melhor ainda se as palavras e a entonação baterem. Ou seja: os bichos não só separam o que dizemos e como dizemos, mas também podem combinar os dois para uma melhor interpretação do que aquelas palavras realmente querem dizer –de novo, algo bem similar ao que nós fazemos.

Foram estudados apenas 13 cães, por isso os resultados não indicam diferenças significativas entre raças. Foram usados seis border collies, cinco golden retrievers, um pastor alemão e um cão de crista chinês.
"O único critério é que o cão tem de ser capaz de ficar imóvel para ser digitalizado", disse Andics à Folha. "Mais tarde, poderemos comparar os padrões cerebrais através dos grupos."

"Estou certo de que existem diferenças individuais, mas também acho que todas as raças têm essa capacidade", conclui o pesquisador.

Os resultados indicam que os mecanismos neurais para processar palavras evoluíram bem antes do que se imaginava. Os autores afirmam que é possível que forças seletivas durante a domesticação do lobo possam ter ajudado a criar a estrutura cerebral subjacente a esta capacidade nos cachorros.

"O que torna itens léxicos [palavras] singularmente humanos não é a capacidade neural para processá-los", dizem os autores. Seres humanos são únicos na sua capacidade de inventar palavras.

Para os amantes de gatos, Andics adianta: "Escolhemos cães para os nossos estudos, porque eles podem fazer isso... Mas assim que um gato for treinado e ficar imóvel, poderemos digitalizá-lo também", brinca Andics. 

Folha de S. Paulo - 30/08/16



Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 10h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Cauby canta Marina de Caymmi, em 1960

MARINA, composição de Dorival Caymmi, na interpretação de Cauby Peixoto



Resultado de imagem para MARINA, composição de Dorival Caymmi, na interpretação de Cauby Peixoto


​https://www.youtube.com/watch?v=KaoiIf0iM4s



Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 10h04
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Charges

Resenha em Charges

Tropeços


Lewancowski x gilmar mendes mma luta ringue dilma rindo Impeachment tropeco democracia fatiamento julgamento 2
Amarildo

Destituição de Dilma foi um 'tropeço na democracia', diz presidente do impeachment Comentário foi feito durante uma aula do minsitro na USP

Destituição de Dilma foi um 'tropeço na democracia', diz presidente do impeachment


Comentário foi feito durante uma aula do ministro na USP

Sponholz



Sponholz



Duke - O Tempo

nivel-eleicao
Sérgio Paulo


Heitor - Jornal Primeira Linha


Thiago


Sinovaldo - Jornal NH


Iotti - Zero Hora


Edra - Diário de Caratinga


Ykenga



Tacho - Jornal NH


Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 09h38
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Moro defende 'remédios excepcionais' contra corrupção

Moro defende ‘remédios excepcionais’ no combate à corrupção sistêmica


Juiz argumenta que prisão cautelar e 'métodos especiais de investigação' são necessários para 'romper o ciclo vicioso'

Cleide Carvalho

O juiz Sérgio Moro - Jorge William / Agência O Globo / 9-9-2015

O juiz Sérgio Moro defendeu “métodos especiais de investigação” e “medidas judiciais fortes”, como prisões cautelares, no enfrentamento da corrupção sistêmica. E afirmou que a adoção de “remédios excepcionais” não pode ser considerada uma “escolha arbitrária”, mas medida necessária, na forma da lei, para “romper o ciclo vicioso”. Em artigo de introdução à edição em português do livro “Operação Mãos Limpas”, dos jornalistas italianos Gianni Barbacetto, PeterGomez e Marco Travaglio, o juiz da Operação Lava-Jato fez ainda um alerta: a Justiça criminal, sozinha, não tem condições de reformar democracias contaminadas pela corrupção se não houver empenho dos próprios políticos, das empresas e da imprensa livres.

“Em um contexto de corrupção sistêmica, penetrante, profunda e disseminada nas instituições e na sociedade civil, a adoção de remédios excepcionais não pode ser considerada uma escolha arbitrária, mas medida necessária, na forma da lei, para romper o ciclo vicioso”, escreveu Moro, lembrando que a resposta da Justiça criminal é limitada e outras instituições e a sociedade civil devem operar.

“Se o mercado disser não à propina, por ação individual ou coletiva, esquemas de corrupção sistêmica não têm como prosperar. Ninguém se corrompe sozinho”, lembrou o juiz, que já estudava a Operação Mãos Limpas antes de assumir a Operação Lava-Jato em primeira instância.

Moro diz que as soluções para inibir a corrupção são simples, mas de difícil implementação e que o primado da lei deve ser restabelecido, com a superação do que chama de “disfunções” do sistema de Justiça criminal, motivadas por interesses, para garantir o bom funcionamento.

“Para males democráticos, soluções democráticas são necessárias”, ressalta.

O juiz lembra que “homens não são anjos” e sempre haverá “aqueles dispostos a decaírem”, mas avalia que a corrupção sistêmica não é algo comum e não existe em todo e qualquer lugar. Gera custos enormes à economia, ao bem estar geral e mina a confiança na democracia. “Constitui uma degeneração da democracia. Talvez o termo cleptocracia seja mais adequado”.

Moro diz que, nos primeiros anos, a Operação Mãos Limpas teve apoio avassalador da opinião pública italiana, que identificou como “verdadeiros heróis” os magistrados encarregados dos processos. Observa, porém, que a história não é apenas de sucesso, pois passado os primeiros anos, veio o contra-ataque.

Houve desmobilização da opinião pública e, paulatinamente, “o sistema corrupto” passou a reduzir as consequências dos processos judiciais, anistiando crimes ou reduzindo penas, além de aprovar leis que dificultavam as investigações. “Algumas das iniciativas mais acintosas de obstrução da Justiça foram, de início, repelidas, mas várias delas, algumas mais sutis, foram progressivamente aprovadas”.

Os magistrados, antes aclamados, segundo Moro, foram cada vez mais atacados por “supostos excessos” nos processos, embora não tenham sido identificados casos de inocentes que tenham sido presos ou condenados indevidamente. Ele relata que o elevado número de prisões não gerou número equivalente de condenações e as anistias fizeram com que as penas não fossem significativas. “O que realmente provocou a discrepância foi a reação legislativa do sistema político corrompido”, escreveu.

Moro lembra que a avaliação da Operação Mãos Limpas é controversa e que há dúvidas se, depois dela, a corrupção diminuiu na Itália, e afirma que, se os resultados não foram os esperados, a culpa não é da própria Operação, mas do sistema político e das demais instituições, que não foram capazes de, na janela de oportunidade criada pelas investigações, “aprovar as reformas necessárias para prevenir o restabelecimento ou a perpetuação da corrupção sistêmica”.

O livro “Operação Mãos Limpas” está nas livrarias a partir de 10 de outubro. O jornalista Gianni Babacetto, um dos autores, participa no dia 9 de outubro de seminário em São Paulo, a convite da GloboNews e da Revista Piauí.

Fonte: O Globo - 30/09/16



Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 08h24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Crônica de Nélson Motta

O ex-futuro presidente ideal, por Nélson Motta


moises_-_29-_09-_2016

Do início do governo Lula até o mensalão, me tornei um grande admirador de Antonio Palocci, imaginava que ele poderia suceder Lula em 2006, estava disposto não só a votar como a fazer campanha para ele. Em contraste com a grossura e a bravataria de Lula, ele era sóbrio e eficiente, de uma discreta simpatia interiorana, habilíssimo em negociações políticas e na condução da economia, um moderado moderno, inteligente e competente, com prestígio politico, experiência administrativa e credibilidade com o empresariado e com todos os partidos. O presidente ideal, que muita gente, até quem não gostava do PT, sonhava. Uma espécie de síntese dialética de Lula e FHC.

Palocci falava, e pensava, com clareza e precisão desconhecidas por Dilma, apesar da língua presa, que não impediu Lula de ser presidente e Cazuza um popstar. É melhor que língua solta e rabo preso.

Como leitor de romances, fiquei fascinado com o escândalo da “casa dos prazeres” da turma de Ribeirão Preto, regado a garotas bonitas e bons negócios, mas, como eleitor, fiquei arrasado quando Palocci caiu. Não porque estava roubando, fraudando licitações ou arrecadando dinheiro para o partido, pensava-se, caiu por medo da mulher, do que teria que dizer em casa, “pela família”. E perdeu a chance de ser candidato a presidente, com apoio até de parte da oposição.

Para piorar, foi vítima da delação de seu aliado Rogério Buratti, a quem havia recomendado entusiasticamente uma das garotas da casa. Buratti gostou tanto que se apaixonou e rompeu um casamento de 20 anos para se casar com ela. E ficou com ódio eterno de Palocci ...rsrs.

Estava liquidado. Mas não, ele foi decisivo para a eleição de Dilma, ganhou poder e autoridade, e era uma esperança de competência e sensatez na Casa Civil. Poderia ter minimizado os desatinos de Dilma e talvez impedido a grande gastança e a contabilidade criativa. E se credenciado para sucedê-la.

Mas não, preferiu faturar 20 milhões de reais com consultorias duvidosas. Trocou, duas vezes, por dinheiro e por mulheres, a chance de mudar a História do Brasil. E acabou preso. Que história!

Fonte: O Globo - 30/09/16


Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 08h15
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pesquisa encontra gene da sociabilidade em cães

Estudo acha genes de cães que podem facilitar sua interação com o homem


Mia Persson/Divulgação
Beagle participa de experimento em universidade sueca
Beagle participa de experimento em universidade sueca
Reinaldo José Lopes

Pesquisadores da Suécia identificaram pela primeira vez regiões do genoma dos cães domésticos que podem estar ligadas ao relacionamento especial que esses bichos têm com o ser humano. São trechos do DNA que, provavelmente não por acaso, também parecem ser importantes para o comportamento social das pessoas.

O estudo da Universidade de Linköping usou um plantel de quase 200 beagles (a raça do mundialmente famoso Snoopy), o que facilita a busca por associações entre DNA e comportamento –como os cruzamentos da raça são controlados há tempos, os bichos possuem relativa homogeneidade genética.

Além disso, os cães foram criados de forma altamente padronizada, sem que os humanos do canil da universidade dessem atenção especial a um ou outro indivíduo, o que também ajudou nos testes. A pesquisa está na revista científica "Scientific Reports".

Antes de chegar ao genoma dos beagles, porém, a equipe liderada por Per Jensen fez uma análise comportamental dos bichos. Hoje, é consenso entre os que estudam a evolução dos cães que um dos grandes diferenciais da espécie em relação a seus parentes selvagens, como os lobos, é a capacidade de prestar atenção em seus donos humanos e interagir com eles. Isso permite, por exemplo, que os cachorros "leiam" sinais comunicativos tipicamente humanos, como a diferença do olhar ou gestos.

AJUDA COM A TAMPA

Por isso, as quase duas centenas de beagles do estudo foram submetidas a um teste simples, no qual guloseimas apreciadas pelos cães eram colocadas debaixo de uma tampa de acrílico. No experimento havia três tampas. Em duas delas, o cão conseguia mover o anteparo de acrílico sozinho e comer o quitute, mas a terceira tampa estava fixada no chão.

A ideia era ver quais beagles, diante desse impasse, procurariam ajuda humana, olhando para os pesquisadores (literalmente com cara de cachorrinho pidão) ou indo até eles. Em tese, tais bichos teriam mais chance de carregar variantes genéticas que os predispõem a interagir com humanos. No experimento, os cientistas também mediram quanto tempo os cachorros demoravam para procurar ajuda humana e quanto tempo ficavam chamando a atenção da equipe do laboratório.

Próximo passo: uma análise ampla do genoma dos bichos, baseada na identificação de um conjunto de SNPs (polimorfismos de nucleotídeo único; pronuncia-se "snips"). São variações de uma única "letra" química de DNA (certo trecho do genoma pode ter a letra C num indíviduo e a letra A em outro, digamos) que, quando examinadas em conjunto, podem dar pistas sobre a variabilidade genética de uma espécie.

No caso, a ideia era verificar se as diferenças de comportamento –mais ou menos interação com humanos – estavam associadas a determinados conjuntos de SNPs. De fato, foi o que aconteceu –e alguns desses SNPs se localizam em regiões de determinados genes.

O mais relevante deles, segundo os pesquisadores, é conhecido como SEZ6L, e estudos parecidos em pessoas mostraram que há uma associação entre variações na versão humana desse gene e comportamentos do chamado espectro do autismo.

O espectro autista se caracteriza, entre outras coisas, pela dificuldade de interação social e de compreensão das intenções de outras pessoas. Ou seja, certas formas do gene em cães poderiam torná-los mais propensos a interações sociais, enquanto outras fariam deles indivíduos menos sociáveis, a exemplo do que ocorre na nossa espécie.

Fonte: Folha de S. Paulo - 30/09/16



Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 07h56
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




CANHENHO: BLOG DO MATOSINHO

 


Começou a Primavera

Resultado de imagem para A primavera já começou


A imagem pode conter: planta

Marc Chagall '' Buquê de primavera '' (ramo de primavera) c. 1966.
Coleção de arte Amalia Lacroze de fortabat. Buenos Aires, Argentina.

A imagem pode conter: árvore, planta, céu, flor e atividades ao ar livre
Ipê Roxo

PRIMAVERA, composição de Cassiano / Sílvio Rochael com interpretação de Tim Maia

https://www.youtube.com/watch?v=sfGQNHu-FNE

A imagem pode conter: 1 pessoa

 

A imagem pode conter: avião, céu e atividades ao ar livre

   
Obrigado pela visita !!!
 


Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 16h52
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Impunidade após dez anos do acidente do Legacy com o Boeing da Gol que matou 154 pessoas

Após 10 anos, pilotos do jato que bateu em avião da Gol ainda não cumpriram pena
Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil
Equipes da Força Aérea Brasileira trabalham no resgate dos corpos das vítimas - Divulgação Força Aérea Brasileira
Equipes da Força Aérea Brasileira trabalham no resgate dos corpos das vítimas - Divulgação Força Aérea BrasileiraSd Delgado (Cecomsaer)

Dez anos depois do acidente aéreo que provocou a morte de 154 pessoas, os dois pilotos condenados ainda não foram presos. Os norte-americanos Joseph Lepore e Jean Paul Paladino, que pilotavam o jato Legacy que se chocou com o boeing da Gol, foram condenados a reclusão de três anos, um mês e dez dias em regime aberto, mas ainda não foram notificados da sentença.

A condenação final dos pilotos foi definida em outubro do ano passado. Em maio deste ano, a Justiça Federal determinou que os pilotos se manifestem sobre o local em que preferem cumprir a pena: no Brasil ou nos Estados Unidos.

A sentença está sendo traduzida pela Secretaria de Cooperação Jurídica Internacional do Ministério Público Federal e deve ser encaminhada ao Ministério da Justiça, que enviará a decisão para os Estados Unidos. Depois de intimados, os pilotos, que moram no estado de Nova York, terão 15 dias para se manifestar, e a partir daí a pena começa a valer.

“Acredito que eles vão querer cumprir a pena nos Estados Unidos obviamente, porque nunca demonstraram interesse em voltar para o Brasil, tanto que foram interrogados lá”, diz o advogado da Associação de Familiares e Amigos das Vítimas do Vôo 1907, Rogério Botelho. O Brasil e os Estados Unidos são signatários da Convenção de Manágua, que autoriza a transferência de sentenças penais.

Rosane Gutjahr, que perdeu o marido no acidente, diz que a pena dada aos pilotos é “ridícula” e critica a demora na aplicação da sentença. “Até agora, na prática não aconteceu nada com eles, estão livres, leves, soltos, voando, trabalhando normalmente, como se nada tivesse acontecido”, diz Rosane, que é diretora da associação.

Brasília - Neusa Felipetto Machado, viúva de Valdomiro Henrique Machado, vítima do acidente com o voo 1907 da Gol, há dez anos, em entrevista à Agência Brasil - (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Brasília - Neusa Felipetto Machado, viúva de Valdomiro Henrique Machado, vítima do acidente com o voo 1907 da Gol, há dez anos, em entrevista à Agência Brasil - (Marcelo Camargo/Agência Brasil)Marcelo Camargo/Agência Brasil

A psicóloga Neusa Machado, esposa de uma das vítimas, também considera a pena branda. “Acredito que eles não deveriam estar pilotando o avião. Eram duas pessoas jovens, que não tinham experiência”, avalia. Salma Assad, que perdeu o sobrinho no acidente, considera que as leis do Brasil têm muitas brechas. “O avião é uma arma engatilhada. E eles não tinham preparo para pilotar aquele jato, isso está comprovado, eles mesmos perceberam que os aparelhos estavam desligados”, diz.

Na avaliação do advogado das vítimas, no entanto, apesar de ser branda, essa é a pena prevista na legislação para o crime de atentado contra a segurança aérea. “É uma pena intermediária, mas é uma pena branda, três anos em regime aberto para 154 mortos”, diz Botelho. Segundo ele, o regime aberto nos Estados Unidos é parecido com o do Brasil, com reclusão à noite e nos fins de semana. “É até um pouco mais severa nos Estados Unidos porque lá existe uma fiscalização maior, existe a possibilidade de tornozeleira eletrônica e existe o fiscal da condicional - se eles infringirem a liberdade vigiada, vão para uma mais gravosa”, diz o advogado.


Mudanças em procedimentos trouxeram mais segurança para aviação após acidente

O acidente entre um boeing da companhia aérea Gol e um jato Legacy, ocorrido no dia 29 de setembro de 2006, provocou mudanças em procedimentos de segurança na aviação civil do Brasil. Segundo o major-aviador Carlos Henrique Baldin, a tragédia, que resultou na morte de 154 pessoas, trouxe muito aprendizado e possibilitou o crescimento da aviação, reduzindo os riscos de novos acidentes parecidos.

“O risco de colisão está muito menor, hoje as chances são mínimas. Na época, elas já eram reduzidas, mas teve uma sequência de encadeamento de falhas que resultaram no acidente. Mas, hoje, eu diria que elas são bem menores do que na época em que ocorreu o acidente”, diz o porta-voz e investigador do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Na investigação do acidente feita pelo Cenipa foi identificado que havia uma dificuldade de comunicação na área em que o Legacy e o boeing estavam voando. “Naquela área de selva existem vários fatores que dificultam a comunicação, então houve a necessidade de equipamentos mais modernos, com alcance e potência maiores”, diz o major Baldin. Depois do acidente, o sistema operacional que é utilizado pelos controladores foi atualizado, para emitir sinais que alertem quando algo não está de acordo com o esperado.

Além disso, as rotas de navegação aérea foram revistas. “Hoje, elas permitem um fluxo maior da aviação, mas também reduzem a possibilidade de erro ou confusão, como foi o caso do nível incorreto das aeronaves”, diz o major. No momento do acidente entre o boeing da Gol e o jato Legacy, as duas aeronaves estavam na mesma altitude, porque o Legacy não seguiu uma recomendação de descer para 36 mil pés naquele trecho.

Outra mudança foi o aumento do efetivo de controladores de tráfego aéreo no país, que passou de 2.824 para 4.230 nos últimos dez anos. A formação e o treinamento desses profissionais também foram reforçados, especialmente em função do novo sistema operacional que está sendo utilizado. Hoje, há um simulador em São José dos Campos para que os controladores possam treinar e identificar falhas.

O acidente ocorreu quando o Boeing 737-800 da Gol foi atingido em pleno voo por um jato Legacy. A ponta da asa esquerda do jato Legacy colidiu com o boeing da Gol, provocando a desestabilização e a queda do avião em uma área de floresta. Segundo as investigações, os pilotos do Legacy desligaram o transponder, que é um aparelho obrigatório que informa a posição e altitude das aeronaves aos controladores de voo, e o TCAS, que informa ao piloto a existência de outros aviões nas proximidades.

Causas do acidente

A investigação do Cenipa sobre o acidente ocorrido em 2006 mostrou que entre os fatores que contribuíram para o choque entre as duas aeronaves está a falta de experiência dos pilotos do Legacy, Joseph Lepore e Jean Paul Paladino, para operar o equipamento. “Os pilotos tinham pouca experiência na aeronave, eles tinham feito curso inicial de adaptação e ambientação, foram considerados aptos, mas tinham pouco tempo de vivência operando aquele equipamento”, explica o major Baldin.

Ele também aponta a falta de planejamento do voo, que fez com que os pilotos não atentassem para a necessidade de mudança de altitude naquela rota. Houve também uma falha no relacionamento e na divisão de tarefas entre os pilotos. “Em boa parte do voo percebeu-se que eles estavam mais focados em conhecer o funcionamento da aeronave e isso pode ter contribuído para que não tivessem percebido a questão do transponder ou a necessidade de troca de nível”.

Os pilotos norte-americanos foram condenados a reclusão de três anos, um mês e dez dias em regime aberto, mas ainda não foram notificados da sentença.

Fonte: Agência Brasil



Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 16h43
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Charges


Resenha em Charges

vender-fiado-piada
Diogo Ramalho

Resultado de imagem para Momento exato em que o Lula achou o dedo que faltava


fim-do-horario-eleitoral

 

lula-nao-pode-ser-preso

Sponholz


Simuca


Frank - A Notícia

lula-sem-apostolos
Cazo - Comércio do Jahu


Clayton - O Povo


Latuff


Paixão - A Gazeta do Povo

Punição

Temer briga ministro da justica vazou operacao da lava jato prisao palocci nao punido 2

Amarildo

Zop

Mário - A Tribuna de Minas



Mariano


Brum - Tribuna do Norte

petistas-na-xadrez

Jarbas - Jornal de Pernambuco

Son Salvador - O Estado de Minas




Rico - Vale Paraibano


Nani

 

Veronesi - Correio Popular



Aroeira - O Dia

Pelicano


Luscar



Edra - Diário da Caratinga


Nani

Gabriel Renner - Zero Hora

Adnael

J. Bosco - O Liberal

Miguel - Jornal do Commércio


Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 13h42
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pente fino nos recurso destinados a blogs financiados pelo governo

Governo Temer suspende repasse a blogs pró-PT


Resultado de imagem para Blogs sujos


Temer zera liberação de recursos publicitários para sites que defendiam o governo de Dilma, com a justificativa que o dinheiro não deve financiar veículos de opinião; autores atingidos pela medida falam em censura

O repasse de recursos do governo federal a sites e blogs pró-governo de Dilma Rousseff e pró-PT foi zerado desde junho com a chegada de Michel Temer à Presidência.

Levantamento da Folha na Secretaria de Comunicação da Presidência e em quatro estatais (Petrobras, Banco do Brasil, Caixa Econômica e BNDES) identificou poucos pagamentos em junho, como resíduos de maio.

Desde então, nenhum dos 13 sites listados pela reportagem recebeu dinheiro, segundo a Secom e as estatais.

Após o afastamento de Dilma da Presidência, em 12 de maio, Temer ordenou um pente-fino na publicidade.

Afirmou que “o dinheiro destinado à publicidade não deve financiar opinião, mas sim produtos jornalísticos de interesse público”.

De janeiro a dezembro de 2015, o conjunto desses sites e blogs havia recebido das mesmas fontes R$ 5,1 milhões. Entre janeiro e junho de 2016, o valor foi de R$ 1,54 milhão. Após esse período, nada foi liberado.

Na lista estão o Blog do Luís Nassif (R$ 746 mil), o Brasil 247 (R$ 732 mil), o Diário do Centro do Mundo (R$ 194 mil) e o Conversa Afiada (R$ 333 mil), do jornalista Paulo Henrique Amorim.

Os valores totais podem ser maiores, pois a Petrobras e a Caixa não forneceram os números divididos por recebedor, apenas o total.

O Banco do Brasil, por exemplo, pagou R$ 500 mil ao Blog do Nassif em 2015 e R$ 113 mil de janeiro a maio deste ano. Para o Brasil 247, foram R$ 491 mil no ano passado e mais R$ 120 mil nos cinco primeiros meses de 2016. O Conversa Afiada recebeu R$ 199 mil em 2015 e R$ 44 mil neste ano.

Desde maio, o BB não fez mais pagamentos. O banco diz que adota o critério de “cobertura, penetração e afinidade dos veículos”. A Caixa declara que, desde junho, “não tem investimentos” nesses veículos. O mesmo foi dito pela Petrobras.

A Secretaria de Comunicação diz que repassou, entre janeiro de 2015 e maio de 2016, R$ 870 mil ao grupo.

Os mais bem pagos foram Blog do Nassif (R$ 132 mil), Brasil 247 (R$ 120 mil), Diário do Centro do Mundo (R$ 129 mil), Portal Fórum (R$ 109 mil), Conversa Afiada (R$ 88 mil) e O Cafezinho (R$ 39 mil).

“A partir de maio de 2016 não foram mais programadas veiculações nos veículos citados. Eventuais pagamentos realizados após essa data são referentes às veiculações anteriormente autorizadas”, disse a Presidência.

O BNDES afirma que não há previsão de repasses a esses sites em 2016. Juntos, eles receberam R$ 504 mil em 2015 em razão da campanha “BNDES Transparente”.

A verba foi distribuída também para 32 jornais, incluindo Folha, “O Globo” e “O Estado de S. Paulo”.

OUTRO LADO

Desde maio, quando começaram os cortes, os atingidos têm se manifestado.

Com o título de “querem calar a nossa voz!”, Paulo Henrique Amorim reproduziu texto da Carta Maior afirmando que uma das primeiras medidas “do governo interino –e ilegítimo– de Temer foi o cerceamento da mídia alternativa no Brasil”.

Em entrevista ao portal da Revista Imprensa, em julho, Luís Nassif disse que os cortes são “censura política”.

Os 13 sites pesquisados pela Folha são: Brasil 247, Carta Maior, Conversa Afiada, Diário do Centro do Mundo, Site Jornal GGN (Blog do Luís Nassif), Portal Fórum, Opera Mundi, Brasil Econômico, O Cafezinho, Portal Fórum, Sidney Rezende, Viomundo e Brasil de Fato.

Fonte: Folha de S. Paulo



Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 13h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Lembrete da Fernanda Tedeschi

Lembrete da primeira cunhada

O teaser do ensaio que Temer embargou e que teve multa contratual
 Fernanda Tedeschi em foto do arquivo na Internet

Irmã da primeira-dama Marcela Temer, Fernanda Tedeschi publicou no Instagram mensagem sobre as eleições. "Que neste 2 de outubro deixemos de ser tão 12 de Outubro e sejamos mais 7 de Setembro, pois só com muito 1º de Maio o nosso Brasil não será um eterno 1º de Abril", postou a primeira-cunhada. A imagem, com uma faixa verde e amarela na lateral, termina com um pedido: "Repasse".

Fonte: Coluna da Mônica Bergamo - Folha de S. Paulo 29/09/16


Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 12h37
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Subprocurador-geral da República, Paulo Gustavo Gonet comentou que Gleisi e Bernardo sabiam a origem do dinheiro

‘Gleisi e Paulo Bernardo sabiam do crime’

gleise-e-bernardo-reus-no-stf

A 2ª Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu, por unanimidade, nesta terça-feira (27) abrir ação penal contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o marido dela, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo, por suspeitas de terem recebido de forma ilegal R$ 1 milhão para a campanha de Gleisi ao Senado em 2010. Dessa forma, eles se tornaram réus na ação.

O subprocurador-geral da República, Paulo Gustavo Gonet, comentou a aceitação da denúncia contra a Senadora Gleisi Hoffmann e o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo no Supremo Tribunal Federal. Os dois tornaram-se réus na Lava Jato. “Os denunciados tinham plena ciência do esquema criminoso e da origem espúria dos recursos que receberam”.

 As informações são da coluna Estadão.


Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 21h10
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Opinião de Bernardo Mello Franco


A nova vergonha do Carandiru, por Bernardo Mello Franco

 

Samuca - A Tarde


Resultado de imagem para A nova vergonha do Carandiru

Massacres de presos não protegem o "cidadão de bem"

Foi em outra véspera de eleição, mais de duas décadas atrás. Em 2 de outubro de 1992, a Polícia Militar de São Paulo invadiu a penitenciária do Carandiru para reprimir uma rebelião. A ação matou 111 presos em meia hora. As fotos dos corpos, nus e enfileirados no chão de concreto, correram o mundo como um símbolo da barbárie brasileira.

O massacre também se tornou sinônimo de impunidade. Depois de 24 anos, nenhum policial foi preso. Autoridades da época, como o governador Luiz Antônio Fleury Filho, nem chegaram a ser processadas. Agora o caso ganha mais um capítulo vergonhoso. O Tribunal de Justiça anulou os julgamentos que condenaram 74 PMs. Todos recorriam em liberdade, apesar da gravidade dos crimes e das penas de até 624 anos de prisão.

O relator do recurso, desembargador Ivan Sartori, defendeu a absolvição dos PMs. Ao justificar o voto, ele tentou reescrever a história. "Não houve massacre, houve legítima defesa", afirmou. A declaração é espantosa porque as vítimas estavam desarmadas e todos os policiais saíram vivos. A perícia contou uma média de cinco tiros por corpo, muitos disparados pelas costas e na cabeça.

O desembargador também deixou claro que não se importava com a reação da opinião pública. "Eu sou o juiz", decretou. "Seremos criticados pela imprensa, mas não quero saber da imprensa", prosseguiu. Seria demais esperar que ele se importasse com as famílias das vítimas.

Ao contrário do que pregam os defensores da violência policial, massacres de presos não protegem o "cidadão de bem". O resultado do Carandiru foi a criação do PCC, que organizou o crime e passou a controlá-lo dentro e fora das cadeias.

O coronel Ubiratan Guimarães, que comandou o banho de sangue, chegou a se eleger deputado. Seu número terminava em 111, num deboche com o saldo de mortos na invasão. Fleury não tem mais votos, mas continua no poder. É integrante da executiva estadual do PMDB.


Folha de S. Paulo - 28/09/16



Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 18h56
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Opinião de Dora Kramer




A Casa da Mãe Joana


Resultado de imagem para casa civil charge


A Casa Civil é o mais importante gabinete da Esplanada dos Ministérios, o mais próximo da Presidência, aquele que tem o maior espectro de atribuições político-administrativo no assessoramento direto de quem ocupa a chefia da República.

Casa Mal-Assombrada

Uma maldição ronda os ministros da Casa Civil nos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff: todos se envolveram em escândalo de corrupção. Todo-poderoso sob o comando de Lula, José Dirceu foi condenado no mensalão e preso na Lava Jato. Dilma Rousseff, considerada ótima gestora, perdeu o mandato, neste ano, após aprovação do impeachment. Dilma foi substituída por Erenice Guerra, que caiu acusada de tráfico de influência a favor da família. Eleita presidente, Dilma nomeou Antonio Palocci para a Casa Civil, preso pela Lava Jato sob a acusação de extorquir R$ 128 milhões da Odebrecht. Em seguida, vieram Gleisi Hoffmann, suspeita de ter recebido R$ 1 milhão de propina, Aloizio Mercadante e Jaques Wagner. Definivamente é uma casa mal-assombrada.

Resultado de imagem para Ratatividade Delituosa Dora Kramer


Rotatividade Delituosa

O titular é a pessoa que avalia e monitora atos presidenciais – aqui incluído o exame prévio da constitucionalidade de cada um deles –, acompanha a execução de ações governamentais da Presidência e demais ministérios, supervisiona o andamento das propostas do Executivo no Congresso, passa o pente-fino em cada palavra a ser publicada no Diário Oficial, analisa o mérito dos projetos, fiscaliza o andamento das propostas, faz a interface com o Parlamento, toca, enfim, a República.

Explicito isso para que o prezado leitor e a cara leitora tenham a exata noção do que significa o posto ocupado nos governos dos variados partidos e do PT por nove titulares. Daí talvez lhes facilitem a compreensão sobre a gravidade de cinco deles serem acusados, condenados ou investigados por corrupção.

O primeiro e mais poderoso, José Dirceu, cumpriu pena em decorrência do processo do mensalão e foi preso outra vez por decisão do juiz responsável pelo caso do petrolão. Certamente sofrerá novas condenações. Dirceu é aquele cujo braço direito nos primórdios do governo de Luiz Inácio da Silva, Waldomiro Diniz, foi pego pela exibição de um vídeo em que tentava extorquir o bicheiro, dito empresário, Carlos Cachoeira.

Um tempo risonho. Franco e de alguma forma até ingênuo a julgar o que viria depois. Dirceu sucumbiu ao escrutínio do Supremo Tribunal Federal e antes sofreu a cassação do mandato na Câmara numa situação muito semelhante à de Eduardo Cunha, sendo um todo-poderoso que não resistiu aos fatos. Isso numa época em que a votação para esses casos era secreta. 

Deu-se um trauma no governo Lula que, para superá-lo, nomeou Dilma Rousseff, a ministra de Minas e Energia de então, para o posto. Já na ideia de construção da candidatura de uma “mulher honesta” que viria a parecer tudo menos honesta. Elegeu-se presidente e no mandato subsequente sofreu o segundo impeachment em menos de 25 anos da história brasileira. 

Em seguida a Dilma, ocupou a Casa Civil Erenice Guerra, até então o chamado braço direito dela. Não durou no cargo, do qual precisou abrir mão quando das evidências de prática de influência dela e da família no governo. Erenice hoje está na mira de Curitiba. 

Por breve período de dois meses durante a campanha eleitoral de 2010, Carlos Eduardo Esteves foi o chefe da Casa Civil enquanto Dilma cuidava da própria campanha da qual, uma vez eleita, nomeou Antonio Palocci para a Casa Civil. Isso a despeito de o personagem já ter tido várias denúncias, dentre as quais as do recebimento de propinas por causa de um repentino aumento de patrimônio e de ter, por isso, perdido o cargo de ministro da Fazenda.

Hoje Palocci está preso, sob a acusação de extorquir R$ 128 milhões da empreiteira Odebrecht. Sua sucessora, Gleisi Hoffmann, encontra-se nas malhas da Lava Jato por obra do caixa 2 da Petrobrás do qual, segundo os investigadores, teria recebido R$ 1 milhão resultante de propinas acertadas por ocasião de contratos firmados pelo governo com a Petrobrás.

Depois de Gleisi foram nomeados Aloizio Mercadante, Jaques Wagner e Eva Chiavon (militante do MST), descontada a fracassada tentativa de acolitar Lula na Casa Civil para protegê-lo da ação do juiz Sérgio Moro. Não se protegeu nem impediu abertura de procedimento por obstrução de Justiça. 

De onde é de se concluir que a Casa Civil foi tratada nos anos do PT no poder como a casa da mãe Joana.

Fonte: O Estado de S. Paulo



Escrito por Edson Antonio F. Matosinho às 17h02
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, São Paulo, Morumbi, Homem, de 56 a 65 anos
Histórico
    Outros sites
      Agência Brasil
      BBC Brasil
      Dicionário Cravo Albim da Música Popular Brasileira-MPB
      Consulta remédios
      Redescobrindo, blog do Eduardo Matosinho
      Vivendocidade
      ORIGEM DA PALAVRA : SITE DE ETIMOLOGIA
      UM POVO À RASCA
      Site - Flight radar
      Blog do Claudio Castoriadis
      KDFRASES
      Eternas Músicas
      REVISTA "RETRATO DO BRASIL"
      Calmante com champagne 2.0
      Scream & Yell - Cultura Pop
      Saber - Literário
      Estrela Binária
      Projeto Releituras
      Arte Sem Lei
      Análise de letras de música
      Contato Radar
      Sopa Cultural
      O Essencial da MPB
      SUA PESQUISA.COM
      Site Oficial de Vinícius de Moraes
      Caricaturas
      DICIONARIO DOS INCULTOS
      Kibe Loco
      Jacaré Banguela
      Sou sentimentos...
      Perca Tempo - O Blog do Murilo
      Pragmatismo Político
      Revista Bula
      Livros e Afins
      PORTAL i9
      PORTAL DOS JORNALISTAS
      METAMORFOSE DIGITAL
      REDE BRASIL DE NOTÍCIAS
      IMPLICANTE
      PORTAL A TARDE
      Literatura
      Academia Brasileira de Letras : Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa
      Radio Forma & Elenco do Martoni
      Rolha suave
      Aviões e músicas
      NORTE VERDADEIRO
      Revista Fórum
      CONTEÚDO LIVRE
      PALAVRAS, TODAS PALAVRS
      Anos dourados: Imagens & fatos
      Blog Pimenta
      MÍDIA NEWS
      A MAGIA DA POESIA
      DIÁRIO DO NORDESTE
      SAUDADE FM (OUÇA ESTA EMISSORA AO VIVO)
      NÃO ABANDONE SEU MELHOR AMIGO
      A HISTÓRIA DA MPB: LUIZ AMÉRICO
      BLOG DO GASTON
      JANELA DO ABELHA
      ESPAÇO ABERTO
      RIBEIRÃO MERECE COISA MELHOR
      MUSEU DA CANÇÃO
      Facelooko
      CAZZO RADIO TUBE
      Conexão Vasp
      Possibilidades
      BESTA FUBANA
      BLOG DO NOBLAT
      BLOG DO JOSIAS DE SOUZA
      CHARGE ONLINE
      DIÁRIO DO PODER
      HUMOR POLÍTICO
      BLOG DO TOINHO DE PASSIRA
      PASSEANDO PELO COTIDIANO
      DISCOTECA PÚBLICA
      DCM - O ESSENCIAL
      CONSULTOR JURÍDICO
      MUSEU DE IMAGENS
      FAMOSOS QUE PARTIRAM
      SETE CANDEEIROS CAJA
      SENSACIONALISTA
      LIVRONAUTAS
      FILOSOFIA E TECNOLOGIA
      MUCO: MUSEU DA CORRUPÇÃO
      BLOG DO FÁBIO CAMPANA
      BRASIL NOTÍCIA
      O NORDESTE. COM
      LOROTAS POLÍTICAS & VERDADES EFÊMERAS
      BLOG DA CIDADANIA
      UCHO.INFO
      AERONAVES BRASIL
      VOANDO ALTO
      TEMPLO CULTURAL DELFOS
      BACK CO.
      DEVAGAR SE VAI MAIS LONGE!
      RÁDIO USP - SÃO PAULO - 93.7
      RESISTÊNCIA DEMOCRÁTICA
      REVISTA ENCONTRO
      ROTA 2014 - Blog do José Tomaz
      Blog do Lucafe
      ANCELMO.COM
      INTERNATIONAL FOREIGNN TRADE
      BLOG DO AMARILDO
      CONTEXTO LIVRE
      Blog do Sidney Rezende
      Jornal Opção
      AVIAÇÃO É VIDA
      BLOG DA SUZY (Receitas práticas e fáceis)
      PAGODE DE MASSA
      Blog SUPER INTERESSANTE
      BLOG DOS APOSENTADOS
      BLOG DO DEDÉ MONTALVÃO
      NÁUFRAGO DA UTOPIA
      A CONVERSA ( MOLE PRÁ BOI DORMIR)
      ÍNDICE DE ARTIGOS, ETC
      OBSERVATÓRIO da IMPRENSA
      REIPULANTES NEW
      VINDO DOS PAMAPAS
      QUESTIONA BRASIL
      THE BRAZILIAN POST
      BOCA MALDITA
      CULTURA AERONÁUTICA
      LUIS NASSIF ONLINE/GGN
      DEMOCRACIA POLÍTICA e NOVO REFORMISMO
      NOEL ROSA - 100 CANÇÕES
      JOSÉ PEDRIALI
      MINHA TECA
      LETRAS DE MÚSICA
      ORFÃOS do LORONIX
      GRANDES SUCESSOS DE NELSON GONÇALVES
      AEROFOTOS
      ZERO HORA NOTÍCIAS
      TURISMO NA REDE
      DIÁRIO DA MÚSICA
      SAMBA, CHORO E FORRÓ
      FOLHA PODER
      JORNAL PAULISTANO
      Coisas do Mundo, Minha Nêga
      BLOG DO CACHORRO
      REDE BRASIL
      HISTÓRIA DO MUNDO
      PRINCESA SUSI
      RECADOX
      O POVO COM A NOTÍCIA
      PORTAL DO LUÍS NASSIF
      BOLACHA DE CERA
      NEWS AVIA
      BLOG DO LIBERATO
      TOMA MAIS UMA
      FCS BRASIL
      BLOG DO JOÃO MATOSINHO (SOBRINHO)
      INFO ABRIL
      PARANA ONLINE
      WEB: RÁDIO ÉPOCAS
      LIVRE IMPRENSA
      ASMETRO-SN
      Juru em destaque (ouça ALFA FM)
      CHECK-IN O BLOG DA AVIAÇÃO
      RÁDIO FORMA & ELENCO MARTONI
      RAPADURA CULT
      SOU CHOCOLATE E NÃO DESISTO
      HARMONIA SANGREAL
      E VIVA A FAROFA
      RECANTO DAS LETRAS
      TUDO POR EMAIL
      HOMO LITERATUS
      BLOG DO MAGNO
      NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
      BLOG DO WELBI
      PODER AÉREO
      POEMAS e FRASES
      DW
      Victorino's Produções (site de músicas)
      300 DISCOS IMPORTANTES DA MPB
      HANGAR ZERO
      SP ANTIGA
      A TRIBUNA DE SANTOS
      IMAGENS NO GOOGLE
      DIÁRIO DE PERNAMBUCO
      FOLHA DE S. PAULO
      EL PAÍS INTERNACIONAL
      BLOG DO NOBLAT
      ESTAÇÃO JAZZ E TAL
      JORNAL O TEMPO - BELO HORIZONTE MG
      AVIÕES EM FOCO
      NAVEGAÇÕES NAS FRONTEIRAS DO PENSAMENTO
      BLOG DO RAFAEL BRASIL
      A CASA DE VIDRO
      EM INTERNACIONAL
      VIDEVERSUS
      ANÁLISE SOBRE MÚSICA BRASILEIRA
      TRIBUNA DA INTERNET
      PRELÚDIO PARA SONHAR E AMAR
      JORNAL EXTRA
      SITE POEMAS & CANÇÕES
      CONEXÃO JORNALISMO
      POLÍTICA PARA LEIGOS
      Blog do jornalista Polibio Braga
      BLOG DO MÁRIO MAGALHÃES
      CANHENHO - BLOG DO MATOSINHO
      MEIO AÉREO
      IMPRENSA VIVA
      TEMPOS QUE NÃO VOLTAM MAIS
      CULT CARIOCA
      ALTÍMETRO 2992
      DIVA DEPRESSÃO
      PROSA, VERSO e ARTE
      Site BEM PARANÁ
    Votação
      Dê uma nota para meu blog