ÁGUIA: Blog do Matosinho, com credibilidade e independente que funciona como mecanismo que repercute notícias, opiniões, artigos, aviação, músicas, humor e charges. Editor Edson Antonio Ferreira Matosinho


 

Boeing 737-200  PP-SMA  O Pioneiro

 

ÁGUIA: BLOG DO MATOSINHO

 



SOBRE O BLOG

Um espaço para reflexões e troca de informações, sempre que possível com humor.





Escrito por Edson Matosinho às 19h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Temer prevaricou e OAB deve ingressar com o pedido de impeachment do presidente Michel Temer (PMDB) até esta sexta-feira (26) na Câmara dos Deputados

Prevaricar é crime!

O presidente do Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Claudio Lamachia, afirmou nesta segunda-feira (22) que deve ingressar com o…
NOTICIAS.UOL.COM.BR



Escrito por Edson Matosinho às 19h19
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Temer diz que pensou que Joesley o procurou altas horas da noite para falar da Operação Carne Fraca, porém ela foi deflagada 10 dias depois do encontro clandestino

Carne fraca, língua solta
Resultado de imagem para Carne fraca, língua solta

Na entrevista que Michel Temer deu à Folha de São Paulo, disse que pensou que Joesley Batista o procurava altas horas da noite no Palácio Jaburu para falar alguma coisa sobre a operação Carne Fraca. Na fala do presidente à repórter: “Ele é um grande empresário. Quando tentou muitas vezes falar comigo, achei que fosse por questão da [Operação] Carne Fraca. Eu disse: ‘Venha quando for possível, eu atendo todo mundo’.”


Seria uma explicação coerente, aceitável não, mas coerente, já que a JBS é líder no setor de carnes. No entanto, a operação só foi deflagrada dez dias depois do encontro.


Na hipótese de o presidente saber da operação da PF antes de vir à tona é mais um complicador ele receber um investigado, não é?
Michel Temer explicou que se confundiu quando falou com a repórter.

Leia abaixo a entrevista 



Escrito por Edson Matosinho às 18h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Temer diz que pensou que Joesley o procurou altas horas da noite para falar da Operação Carne Fraca, porém ela foi deflagada 10 dias depois do encontro clandestino

“Não renuncio, se quiserem me derrubem”, diz Temer

Resultado de imagem para Temer diz que pensou que Joesley o procurou altas horas da noite para falar da Operação Carne Fraca, porém ela foi deflagada 10 dias depois do encontro clandestino

O presidente Michel Temer recebeu a Folha de S. Paulo no Palácio do Alvorada, falou sobre Joesley Batista, Rodrigo Rocha Loures e reafirmou que não vai renunciar.
Leia.


O sr. estabeleceu que ministro denunciado será afastado e, se virar réu, exonerado. Caso o procurador-geral da República o denuncie, o sr. vai se submeter a essa regra?
Michel Temer Não, porque eu sou chefe do Executivo. Os ministros são agentes do Executivo, de modo que a linha de corte que eu estabeleci para os ministros, por evidente não será a linha de corte para o presidente.

Mas o sr. voluntariamente poderia se afastar.
Não vou fazer isso, tanto mais que já contestei muito acentuadamente a gravação espetaculosa que foi feita. Tenho demonstrado com relativo sucesso que o que o empresário fez foi induzir uma conversa. Insistem sempre no ponto que avalizei um pagamento para o ex-deputado Eduardo Cunha, quando não querem tomar como resposta o que dei a uma frase dele em que ele dizia: “Olhe, tenho mantido boa relação com o Cunha”.
[E eu disse]: “Mantenha isso”. Além do quê, ontem mesmo o Eduardo Cunha lançou uma carta em que diz que jamais pediu [dinheiro] a ele [Joesley] e muito menos a mim. E até o contrário. Na verdade, ele me contestou algumas vezes. Como eu poderia comprar o silêncio, se naquele processo que ele sofre em Curitiba, fez 42 perguntas, 21 tentando me incriminar?

O Joesley fala em zerar, liquidar pendências. Não sendo dinheiro, seria o quê?
Não sei. Não dei a menor atenção a isso. Aliás, ele falou que tinha [comprado] dois juízes e um procurador. Conheço o Joesley de antes desse episódio. Sei que ele é um falastrão, uma pessoa que se jacta de eventuais influências. E logo depois ele diz que estava mentindo.

Não é prevaricação se o sr. ouve um empresário dentro da sua casa relatando crimes?
Você sabe que não? Eu ouço muita gente, e muita gente me diz as maiores bobagens que eu não levo em conta. Confesso que não levei essa bobagem em conta. O objetivo central da conversa não era esse. Ele foi levando a conversa para um ponto, as minhas respostas eram monossilábicas…

Quando o sr. fala “ótimo, ótimo”, o que o sr. queria dizer?
Não sei, quando ele estava contando que estava se livrando das coisas etc.

Era nesse contexto da suposta compra de juízes.
Mas veja bem. Ele é um grande empresário. Quando tentou muitas vezes falar comigo, achei que fosse por questão da [Operação] Carne Fraca. Eu disse: “Venha quando for possível, eu atendo todo mundo”. [Joesley disse] “Mas eu tenho muitos interesses no governo, tenho empregados, dou muito emprego”. Daí ele me disse que tinha contato com Geddel [V. Lima, ex-ministro], falou do Rodrigo [Rocha Loures], falei: “Fale com o Rodrigo quando quiser, para não falar toda hora comigo.”

Ele buscou o sr. diretamente?
Ele tentou três vezes me procurar. Ligou uma vez para a minha secretária, depois ligou aquele rapaz, o [Ricardo] Saud, eu não quis atendê-lo. Houve um dia que ele me pegou, conseguiu o meu telefone, e eu fiquei sem graça de não atendê-lo. Eu acho que ele ligou ou mandou alguém falar comigo, agora confesso que não me recordo bem.

Por que não estava na agenda? A lei manda.
Você sabe que muitas vezes eu marco cinco audiências e recebo 15 pessoas. Às vezes à noite, portanto inteiramente fora da agenda. Eu começo recebendo às vezes no café da manhã e vou para casa às 22h, tem alguém que quer conversar comigo. Até pode-se dizer, rigorosamente, deveria constar da agenda. Você tem razão.

Foi uma falha?
Foi, digamos, um hábito.

Um hábito ilegal, não?
Não é ilegal porque não é da minha postura ao longo do tempo [na verdade, está na lei 12.813/13]. Talvez eu tenha de tomar mais cuidado. Bastava ter um detector de metal para saber se ele tinha alguma coisa ou não, e não me gravaria.

É moralmente defensável receber tarde da noite, fora da agenda, um empresário que estava sendo investigado?
Eu nem sabia que ele estava sendo investigado.

O sr. não sabia?
No primeiro momento não.

Estava no noticiário o tempo todo, presidente [Joesley naquele momento era investigado nas operações Sepsis, Cui Bono? e Greenfield].
Ele disse na fala comigo que as pessoas estavam tentando apanhá-lo, investigá-lo.

Um assessor muito próximo do sr. [Rocha Loures] foi filmado correndo com uma mala pela rua. Qual sua avaliação?
Vou esclarecer direitinho. Primeiro, tudo foi montado. Ele [Joesley] teve treinamento de 15 dias, vocês que deram [refere-se à Folha], para gravar, fazer a delação, como encaminhar a conversa.

A imagem dele correndo com dinheiro não é montagem.
[Irritado] Não, peraí, eu vou chegar lá, né, se você me permitir… O que ele [Joesley] fez? A primeira coisa, o orientaram ou ele tomou a deliberação: “Grave alguém graúdo”.
Depois, como foi mencionado o nome do Rodrigo, certamente disseram: “Vá atrás do Rodrigo”. E aí o Rodrigo certamente foi induzido, foi seduzido por ofertas mirabolantes e irreais.
Agora, a pergunta que se impõe é a seguinte: a questão do Cade foi resolvida? Não foi. A questão do BNDES foi resolvida? Não foi.

O Rocha Loures errou?
Errou, evidentemente.



Escrito por Edson Matosinho às 18h24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Temer diz que pensou que Joesley o procurou altas horas da noite para falar da Operação Carne Fraca, porém ela foi deflagada 10 dias depois do encontro clandestino

O sr. se sente traído?

Não vou dizer isso, porque ele é um homem, coitado, ele é de boa índole, de muito boa índole. Eu o conheci como deputado, depois foi para o meu gabinete na Vice-Presidência, depois me acompanhou na Presidência, mas um homem de muito boa índole.

Ele foi filmado com R$ 500 mil, que boa índole é essa?
Sempre tive a convicção de que ele tem muito boa índole. Agora, que esse gesto não é aprovável.

O sr. falou com ele desde o episódio?
Não.

O sr. rompeu com ele?
Não se trata de romper ou não romper, não tenho uma relação, a não ser uma relação institucional [com ele].

Quando o sr. diz para o Joesley que ele poderia tratar de “tudo” com o Rodrigo Rocha Loures, o que o sr. quer dizer?
Esse tudo são as matérias administrativas. Não é tuuudo [alongando o “u”]. Eu sei a insinuação que fizeram: “Se você tiver dinheiro para dar para ele, você entregue para ele”. Evidentemente que não é isso. Seria uma imbecilidade, da minha parte, terrível.

O sr. o conheceu há quantos anos?
Quando ele era deputado, portanto, há uns dez anos.

E mesmo o conhecendo há dez anos, ele tendo sido seu assessor…
Mas espera aí, eu conheço 513 deputados há dez anos.

Mas apenas ele foi seu assessor próximo.
Como são próximos todos os meus assessores.

E mesmo próximo era apenas uma relação institucional?
Institucional, sem dúvida.

Nos últimos dias, o sr. veio numa escalada nas declarações. Acha que a Procuradoria-Geral armou para o sr.?
Eu percebo que você é muito calma [risos]. Espero que você jamais sofra as imputações morais que eu sofri. Eu estava apenas retrucando as imprecações de natureza moral gravíssimas, nada mais do que isso. Agora, mantenho a serenidade, especialmente na medida em que eu disse: eu não vou renunciar. Se quiserem, me derrubem, porque, se eu renuncio, é uma declaração de culpa.

No pronunciamento o sr. foi muito duro com o acordo de delação.
Não faço nenhuma observação em relação à Procuradoria. Agora, chamou a atenção de todos a tranquilidade com que ele [Joesley] saiu do país, quando muitos estão na prisão. Ou, quando saem, saem com tornozeleira. Além disso, vocês viram o jogo que ele fez na Bolsa. Ele não teve uma informação privilegiada, ele produziu uma informação privilegiada. Ele sabia, empresário sagaz como é, que no momento em que ele entregasse a gravação, o dólar subiria e as ações de sua empresa cairiam. Ele comprou US$ 1 bilhão e vendeu as ações antes da queda.

Se permanecer no cargo, em setembro tem de escolher um novo procurador. O sr. acha que tem condição de conduzir esse processo sem estar contaminado depois de tudo isso que está acontecendo?
Contaminado por esses fatos? Não me contamina, não. Aliás, eu tiro o “se”. Porque eu vou continuar.

É preciso alguma mudança na maneira como esses acordos são feitos? Mudança na lei?
Acho que é preciso muita tranquilidade, serenidade, adequação dos atos praticados. Não podem se transformar em atos espetaculosos. E não estou dizendo que a Procuradoria faça isso, ou o Judiciário. Mas é que a naturalidade com que se leva adiante as delações… Você veja, as delações estão sob sigilo. O que acontece? No dia seguinte, são públicas. A melhor maneira de fazer com que eles estejam no dia seguinte em todas as redes de comunicação é colocar uma tarja na capa dizendo: sigiloso.

Esse processo dá novo impulso ao projeto de lei de abuso de autoridade?
É claro que ninguém é a favor do abuso de autoridade. Se é preciso aprimorar toda a legislação referente a abuso de autoridade, eu não saberia dizer. Abusar da autoridade é ultrapassar os limites legais.

O sr. falou muito do Joesley. Mas qual a culpa que o sr. tem?
Ingenuidade. Fui ingênuo ao receber uma pessoa naquele momento.

Além dos áudios, há depoimentos em que os executivos da JBS fazem outras acusações. Por exemplo, que o sr. pediu caixa dois em 2010, 2012 e 2016. Inclusive para o [marqueteiro] Elsinho Mouco, para uma campanha da internet.
No caso do Elsinho, ele fez a campanha do irmão do Joesley, e por isso recebeu aquelas verbas. Fez trabalhos para a empresa. Diz que até recentemente, esse empresário grampeador pediu se o Elsinho poderia ajudá-lo na questão da Carne Fraca.

Empresário grampeador?
Mas qual é o título que ele tem de ter? Coitadinho, ele tem de ter vergonha disso. Ele vai carregar isso pelo resto da vida. E vai transmitir uma herança muito desagradável para os filhos.

Nos depoimentos, há conversa do Loures com o Joesley sobre a suposta compra do Cunha que é muito explícita.
Por que é explícita?

Porque eles conversam sobre pagamentos.
Você está falando de uma conversa do Joesley com o Rodrigo. De repente, você vai me trazer uma conversa do Joesley com o João da Silva.

O Rocha Loures não é um João da Silva.
[Irritado] Eu sei, você está insistindo nisso, mas eu reitero que o Rodrigo era uma relação institucional que eu tinha, de muito apreço até, de muita proximidade. Era uma conversa deles, não é uma conversa minha.

Um desembarque do PSDB e do DEM deixaria o sr. em uma situação muito difícil. O sr. já perdeu PSB e PPS.
O PSB eu não perdi agora, foi antes, em razão da Previdência. No PPS, o Roberto Freire veio me explicar que tinha dificuldades. Eu agradeci, mas o Raul Jungmann, que é do PPS, está conosco.

Até onde o sr. acha que vai a fidelidade do PSDB?
Até 31/12 de 2018.

Até que ponto vale a pena continuar sem força política para aprovar reformas e com a economia debilitada?
[Irritado] Isso é você quem está dizendo. Eu vou revelar força política precisamente ao longo dessas próximas semanas com a votação de matérias importantes.

O sr. acha que consegue?
Tenho absoluta convicção de que consigo. É que criou-se um clima que permeia a entrevista do senhor e das senhoras de que vai ser um desastre, de que o Temer está perdido. Eu não estou perdido.

O julgamento da chapa Dilma-Temer recomeça no TSE em 6 de junho. Essa crise pode influenciar a decisão?
Acho que não. Os ministros se pautam não pelo que acontece na política, mas pelo que passa na vida jurídica.

Se o TSE cassar a chapa, o sr. pretende recorrer ao STF?
Usarei os meios que a legislação me autoriza a usar. Agora, evidentemente que, se um dia, houver uma decisão transitada e julgada eu sou o primeiro a obedecer.

O sr. colocou ênfase no fato de a gravação ter sido adulterada. Se a perícia concluir que não há problemas, o sr. não fica em situação complicada?
Não. Quem falou que o áudio estava adulterado foram os senhores, foi a Folha [com base em análise de um perito feita a pedido do jornal]. E depois eu verifiquei que o “Estadão” também levantou o mesmo problema. Se disserem que não tem modificação nenhuma eu direi: a Folha e o “Estadão” erraram.

Como o sr. vê o fato de a OAB [Ordem dos Advogados do Brasil] ter decidido pedir o seu impeachment?
Lamento pelos colegas advogados. Eu já fui muito saudado, recebi homenagens da OAB. Tem uma certa surpresa minha, porque eles que me deram espada de ouro, aqueles títulos fundamentais da ordem, agora se comportam dessa maneira. Mas reconheço que é legítimo.

Em quanto tempo o sr. acha que reaglutina a base?
Não sei se preciso reaglutinar. Todos os partidos vêm dizer que estão comigo. É natural que, entre os deputados… Com aquele bombardeio, né? Há uma emissora de televisão [TV Globo] que fica o dia inteiro bombardeando.

Essa crise atrasou quanto a retomada da economia?
Tenho que verificar o que vai acontecer nas próximas semanas. [Henrique] Meirelles [Fazenda] me contou que se não tivesse acontecido aquele episódio na quarta [dia da divulgação do caso], ele teria um encontro com 200 empresários, todos animadíssimos. Causam um mal para o país.

Como o sr. está sentindo a repercussão de seus dois pronunciamentos, mais incisivo?
Olha, acho que eles gostaram desse novo modelito [risos]. As pessoas acharam que “enfim, temos presidente”.



Escrito por Edson Matosinho às 18h13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Solda

 


Foto de Helmut Newton


















Escrito por Edson Matosinho às 16h54
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Feliz Dia do Abraço do Amigo da Onça

Resultado de imagem para Temer o Amigo da Onça

 

A imagem pode conter: 2 pessoas

Resultado de imagem para Temer o Amigo da Onça



Escrito por Edson Matosinho às 16h34
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Despressurização no avião da Latan

Passageiro da Latam grava momento que avião sofre despressurização

Resultado de imagem para Passageiro da Latam grava momento que avião sofre despressurização

Aeronave sofreu problemas técnicos durante voo nesse sábado (21)

Um vídeo que está circulando nas redes sociais mostra o momento em que passageiros do voo da Latam, que sofreu problemas técnicos nesse fim de semana, precisaram usar máscaras de ôxigênio.

No episódio, o voo JJ4799, que seguia para Campo Grande (MS), precisou pousar no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), às 12h58 após passar por problemas técnicos.

Confira o vídeo!

https://www.noticiasaominuto.com.br/brasil/390101/passageiro-da-latam-grava-momento-que-aviao-sofre-despressurizacao?utm_campaign=aeroclipping_-_22_de_maio_de_2017&utm_medium=email&u

ÁGUIA: Blog do Matosinho



Escrito por Edson Matosinho às 12h49
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Resenha em charges

random image

Mariano

 

Diogo Ramalho

 

Sponholz

Simanca - A Tarde BA

Nicolielo - Jornal de Bauru


Sid

Edra - Diário do Nordeste



Cduarte

Nani


Clayton - O Povo CE

ZéDasilva - Diário Catarinense

Iotti - Zero Hora RS

Simch




Benett - Gazeta do Povo



Eder


Hubert



Amorim



Gilson



Jarbas - Diário de Pernambuco PE



Chico - O Globo RJ

Oliveira


José Brito



 

 

Genildo

Bruno - Vale Paraibano SP

Duke - O Tempo - MG




Paulo Baraky


Escrito por Edson Matosinho às 12h23
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Deu no Sensacionalista

Michel Temer é o novo colunista de humor da Folha de São Paulo

Depois da contratação de grandes nomes do humor como Marcius Melhem e Ricardo Araújo Pereira para escrever semanalmente no jornal, a Folha de São Paulo resolveu investir em mais um colunista de humor. Após a entrevista cheia de gracejos e piadas, Michel foi convidado para fazer parte do time de humoristas da casa.

A entrevista teve momentos memoráveis como quando Temer disse que Rodrigo Rocha Loures, que foi fotografado recebendo R$ 500 mil, é uma pessoa de boa índole ou quando disse que Joesley o procurou por causa da Operação Carne Fraca, que aconteceu 10 dias depois.

Temer escreverá sua coluna de humor uma vez por semana, mas pode aumentar para mais dias porque estará com muito tempo livre em breve.

*

Perícia da Folha atesta gravidez da grávida de Taubaté

Uma perícia contratada pela Folha de São Paulo atestou que a grávida de Taubaté está… grávida. E não é de Luis Carlos Prestes. Um perito, corretor imobiliário, vendedor de ouro, office boy, flanelinha, digitador, fotógrafo amador e ornitólogo foi chamado pelo jornal e disse que a gravidez é incontestável.

Para atestar que não havia montagem ou truque na foto, ele usou um poderoso programa de edição de imagens chamado Paintbrush.

O laudo foi enfático: “Pelo tamanho da barriga, a almofada está com sete meses”.



Escrito por Edson Matosinho às 11h51
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Opinião de Roberto Pompeu de Toledo

Cansaço e desalento

Roberto Pompeu de Toledo - revista Veja

Foto: Artur Franco 

A imagem pode conter: 16 pessoas, multidão

Manifestação em São Paulo durante o processo eleitoral de 1974 em que Ulysses Guimarães saiu "anticandidato" à Presidência da República


De Collor aos Anões do Orçamento, dos Anões do Orçamento ao mensalão, e do mensalão ao petrolão, foram 25 anos (bodas de prata!) em que escândalos de corrupção deceparam presidentes, cassaram parlamentares, arruinaram reputações — mas também fizeram luzir no horizonte um raio de esperança. O Brasil, que com Collor foi ao fundo do poço, mais para baixo não poderia ir. E no entanto vieram os Anões do Orçamento. Chega, indicava a seguir a esperança, essa teimosa; agora a política brasileira há de se emendar. E no entanto veio o mensalão. Depois do mensalão, ao qual nada, de mais amplo e profundo, poderia suceder, veio o petrolão, mais amplo e profundo. E no transcurso do petrolão, desdobramento após desdobramento, vem agora, sucedendo ao assombro das delações da Odebrecht, que nada podia superar, a delação de Joesley Batista, dono da tentacular JBS, e põe por um fio a sobrevivência do governo Temer.

Na campanha presidencial de 2002,o marqueteiro Duda Mendonça, a serviço do PT, inventou um comercial que, sob o mote "XÔ, corrupção!", mostrava um bando de ratos roendo a bandeira nacional. "Ou a gente acaba com eles ou eles acabam com o Brasil", dizia o texto. Pois naquele momento mesmo, enquanto esconjurava a corrupção, o marqueteiro a praticava, aceitando que seus serviços fossem pagos em paraísos fiscais do Caribe. O Brasil se notabiliza, no concerto das nações, por sucessivos recordes no campo da corrupção: por sua onipresença, em todos os níveis do governo, por seus montantes bilionários, por sua extensão no tempo. Mais notável ainda, a corrupção brasileira consegue perpetrar o milagre da simultaneidade, um elaborado esquema que desponta atropelando e se sobrepondo ao anterior. Enquanto se esconjurava o mensalão, em julgamento do Supremo Tribunal Federal, engendrava-se o petrolão. A trama da corrupção, a exemplo dos espetáculos de circo, quando o trapezista despenca no tablado, não pode parar.

A delação de Joesley Batista mostra que o ex-deputado Eduardo Cunha, mesmo preso, continuava a cobrar, exigir e se beneficiar de grossas propinas. O senador Aécio Neves, por seu lado, mesmo acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e caixa dois, insistia em buscar junto a Joesley mais dinheiro oriundo de corrupção, lavagem e caixa dois, para pagar advogados que o defendessem desses crimes. Num terceiro caso, o mais vital, porque situado no centro do poder, o presidente Temer, não bastasse já chefiar um governo que mal e mal suporta o peso das muitas suspeitas contra seus membros, não se vexou de receber um empresário encrencado, para uma conversa suspeita, na calada da noite.

A conversa de Temer com Joesley Batista, que entrou escondido no Palácio do Jaburu, o empresário com um gravador no bolso, produziu duas falas que, fosse uma peça de teatro, deixariam a plateia de respiração suspensa. A primeira, dita em tom baixo, foi: "Tem que manter isso, viu?". Cinco humildes palavrinhas, terminadas num "viu?" que era a reiteração singela de uma ordem, um alerta para prestar bem atenção porque isso é importante. Joesley acabava de lhe dar conta das propinas com que continuava a alimentar a ganância de Eduardo Cunha. De acordo com o promotor Rodrigo Janot, o presidente enfatizava a necessidade de não interromper os pagamentos a Cunha para mantê-lo calado. A segunda fala foi quando Joesley afirmou que precisava resolver pendências junto a órgãos do governo como o Cade, a CVM e a Receita Federal, e Temer retrucou: "Fale com o Rodrigo". Joesley explorou o terreno: "Posso falar sobre tudo com o Rodrigo?", e Temer respondeu: "Tudo".

Rodrigo Rocha Loures, o homem com quem se podia falar de "tudo" é hoje um deputado pelo Paraná. Na época, era assessor de Temer na Presidência. Procurado nos dias seguintes por Joesley, ele se dispôs a ajudá-lo em múltiplas frentes, a começar pelo Cade, o órgão regulador da concorrência entre as empresas. Joesley reivindicava que a termelétrica de sua propriedade, em Mato Grosso, pudesse comprar gás diretamente da Bolivia, e não da Petrobras, cujos preços são mais altos. Loures pôs mãos à obra, e Joesley lhe prometeu que, do beneficio obtido com a operação, 5% seriam dele.

Temer é, no elenco dos peemedebistas no comando do pais, o responsável pela pose. Isso vem de longe. Os Jucás, Renan, Cunhas e Geddeis ficam com o escracho, ele segura a turma na pose. O nó da gravata Temer não cansa de ajustar, o paletó nunca largará aberto com desleixo; as mãos, ora espalmadas, ora juntas ao peito, ora em acrobáticos rodopios, descrevem estudadas evoluções; o lábio inferior se mete entre os dentes, e a testa se contrai em sinal de que o cérebro se ocupa de graves reflexões. Os outros representam a esbórnia ou a cafajestada, ele é o homem sem dúvida sério, apresentável nos melhores salões. A seu auxiliar Loures, com quem se pode falar de tudo, coube receber 500 000 reais, em dinheiro vivo, de Joesley — primeira parcela pelo serviço a ser prestado.

O sério Temer, desde quando foram reveladas as gravações de Joesley Batista, passou, com pose e tudo, a protagonista do mais novo clássico da corrupção brasileira. Acompanhará doravante sua biografia ilustrada o ato da entrega do dinheiro a Rodrigo Loures, documentado em fotos e vídeos. Sobra a pergunta: caindo Temer, o que virá depois? No panorama devastado da política brasileira não se vislumbra saída, e o vício reiterado da corrupção, escândalo após escândalo, só promete desencanto. Até a esperança, tida como a última que morre, está cansada. No exato momento em que o leitor lê estas linhas, algum politico estará recebendo propina, e algum empresário estará combinando uma trapaça.



Escrito por Edson Matosinho às 11h16
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Faustão passou parte do programa dando lição de moral mas esqueceu que aceita dinheiro de um dos maiores corruptos do Brasil

No Domingão do CHATÃO

Resultado de imagem para charge do Domingão do Faustão


Fausto Silva ataca corruptos; esqueceu patrocinador Joesley Batista

Apresentador passou parte do programa deste domingo dando lição de moral, falando da vergonha da corrupção e cobrando um Brasil melhor, mas esqueceu que aceita dinheiro de um dos maiores corruptos da nação

A delação premiada de Joesley Batista ,empresário e dono da JBS, parece que vai atingir quase todas as pessoas da nossa nação de alguma maneira. Quem assistiu o programa do Faustão neste domingo deve ter reparado na ira do apresentador, Fausto Silva por várias vezes cobrou o fim da corrupção e também deu lição moral e cívica.

Até aí tudo bem, todos nós estamos revoltados com o escândalo envolvendo Temer, Aécio, Joesley, Wesley, Lula, Dilma e muito mais políticos. A única coisa que Faustão esqueceu é que um de seus anunciantes é o Banco Original, uma instituição financeira brasileira controlada pela holding J&F, grupo dos empresários Joesley e Wesley Batista.

O apresentador chegou a finalizar suas famosas pegadinhas com: " Num oferecimento do Banco Original, você assistiu as Cacetadas do Faustão.". A atitude soa no mínimo muito estranha, como pode cobrar e não dar o exemplo? Fausto Silva devia seguir o exemplo de Tony Ramos que abandonou a barca furada dos irmãos Batista e cancelar de imediato qualquer relação com o grupo. Não adianta cobrar o fim da corrupção se está recebendo dinheiro de um dos maiores corruptores da história do Brasil.

O escândalo envolvendo toda a classe política do País e um dos maiores empresários do Brasil parece que não pegou apenas nós de surpresa. Tony Ramos, um dos mais famosos atores da nação também se viu traído pelas últimas notícias divulgadas pela imprensa.



Escrito por Edson Matosinho às 10h55
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Deu no Piauí Herald

BESSIAS ENTREGA TERMO DE RENÚNCIA A TEMER


Alô você

PLANALTO CENTRAL – Na tarde da última quinta-feira, o futuro ex-presidente em exercício Michel Temer recebeu uma ligação misteriosa. Do outro lado da linha, uma voz feminina com sotaque mineiro disse: “O Bessias está indo aí entregar o papel para você assinar”. Minutos depois, o ex-funcionário do Palácio do Planalto bateu à porta do gabinete do presidente.

A interlocutores, Bessias disse que tinha sido o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, quem lhe encarregara de levar um termo de renúncia a Temer. “Tomei a iniciativa porque, assim como grande parte dos brasileiros, compreendi que o presidente quis dizer exatamente o contrário do que disse ao afirmar que não renunciaria”, explicou o deputado fluminense.

No fim do dia, em entrevista a Leilane Neubarth, que parecia eufórica, o misterioso emissário revelou que não lhe abriram a porta em sua primeira tentativa. Minutos mais tarde, tentou novamente. Dessa vez, apareceu disfarçado de Eliane Cantanhêde, sendo então recebido pelo próprio Temer.



Escrito por Edson Matosinho às 21h51
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




AS PESSOAS DA AVIAÇÃO: A CHAMA QUE NÃO SE APAGA

AS PESSOAS DA AVIAÇÃO
 
A CHAMA QUE NÃO SE APAGA

Caixa Preta da Solange - junho de 2016
 
Absolutamente nada nos atrai mais na aviação do que a máquina, a tecnologia, as leis da aerodinâmica.
 
Mas quem faz a aviação são as pessoas. Elas são o principal diferencial entre as companhias aéreas, as indústrias aeronáuticas, a satisfação de voar.
Recentemente participei de um grande encontro de ex-funcionários da Vasp, ocorrido em São Paulo, no início de junho. Com número recorde de participantes, 230 pessoas.
 
A Vasp foi uma das últimas das grandes empresas aéreas brasileiras a se despedir do mercado, pouco antes da Varig, pouco depois da Transbrasil. Décadas antes havia sido a Panair. Cujos funcionários remanescentes até hoje ainda se reúnem para não deixar a chama se apagar. E justamente sob esse lema, “A chama que não se apaga”, os ex-funcionários da empresa septuagenária abraçaram-se, presentearam-se, riram e choraram juntos seu passado glorioso. Relembraram dos colegas, quando ainda na ativa, por meio de fotos apresentadas em um telão. Relem braram as aventuras do dia-a-dia de uma empresa aérea internacional e mostraram que a Vasp tem tudo para não morrer, devido às pessoas por trás dela,pelo menos na memória de todos e na história da aviação comercial brasileira. As fotos de minha participação estão mais adiante, nesta Caixa Preta Mensal.
 
Alguma fotos do encontro dos ex-funcionários da Viação Aérea São Paulo (VASP) em um restaurante de São Paulo. É muito bom manter essa chama acesa!!!

 
 
 
 
 

Confraternização anual VASP A CHAMA QUE NÃO SE APAGA em comemoração ao Dia dos Comissários de Voo

"A FESTA É NOSSA" 

 "VASP A CHAMA QUE NÃO SE APAGA"

No próximo dia 03 de junho (sábado), das 20h30 - 03h00, na Boate Pyramid's - Clube Atlético Juventus - R. Comendador Roberto Ugolini,152


 Parque da Móoca em São Paulo  

MARIA CRISTINA CARVALHO BORCHARDT

Depósito - Caixa Econômica Federal 

AG. 3088 - C/P 013   12088-0


Valor - R$ 120,00 Por Pessoa

ATENÇÃO

* Favor mandar a cópia do comprovante para a Cristina com o nome ou nomes das pessoas . 

What's da Cristina (11- 983860626)
email - aestrela50@hotmail.com 


ÁGUIA: Blog do Matosinho




Escrito por Edson Matosinho às 10h29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Deu no Sensacionalista

Perícia diz que brilho na testa de Temer é óleo de peroba

O brilho na testa do ex-presidente Michel Temer não é suor ou reflexo das luzes mas sim óleo de peroba. A substância é usada principalmente para dar lustre em caras de pau.

Temer fez um pronunciamento hoje no qual afirmou que o áudio foi editado, citando a perícia da folha de São Paulo. Durante a gravação, é possível ouvir a CNN ao fundo.  A CBN informou que a gravação começa e termina num período de tempo que bate com a duração da fita. Ou seja: é possível que Joesley tenha ouvido no carro, feito a gravação, e voltado ao carro sem interrupções.

Porém alguém poderia ter editado com a gravação da CBN para fazer crer justamente que não houve edição. A Netflix cancelou a nova temporada de house of cards.

*

Lula diz que PT pode ensinar a combater a corrupção. Pode rir, a piada é essa

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou em discurso em São Bernardo do Campo (SP), que nenhum governo combateu tanto a corrupção quanto o seu. Segundo ele, o PT pode ensinar o Brasil a acabar com a corrupção. 

“Hoje o PT pode ensinar, inclusive, a combater a corrupção. Ninguém na história desse país criou mais mecanismos o para combater a corrupção do que 12 anos de PT no governo”, disse Lula, que logo em seguida foi convidado a se apresentar num standup local.

Lula voltou a dizer que a elite tem raiva porque pobres começaram a andar de avião. Mas esqueceu que muitos também tem raiva porque ele anda de jatinho de empresário. 


Escrito por Edson Matosinho às 09h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, São Paulo, Morumbi, Homem, de 56 a 65 anos
Histórico
    Outros sites
      Agência Brasil
      BBC Brasil
      Dicionário Cravo Albim da Música Popular Brasileira-MPB
      Consulta remédios
      Redescobrindo, blog do Eduardo Matosinho
      Vivendocidade
      ORIGEM DA PALAVRA : SITE DE ETIMOLOGIA
      Site - Flight radar
      Blog do Claudio Castoriadis
      KDFRASES
      Eternas Músicas
      REVISTA "RETRATO DO BRASIL"
      Calmante com champagne 2.0
      Scream & Yell - Cultura Pop
      Saber - Literário
      Projeto Releituras
      Análise de letras de música
      Sopa Cultural
      O Essencial da MPB
      SUA PESQUISA.COM
      Site Oficial de Vinícius de Moraes
      Caricaturas
      Kibe Loco
      Jacaré Banguela
      Sou sentimentos...
      Perca Tempo - O Blog do Murilo
      Pragmatismo Político
      Revista Bula
      PORTAL DOS JORNALISTAS
      IMPLICANTE
      PORTAL A TARDE
      Literatura
      Academia Brasileira de Letras : Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa
      Aviões e músicas
      NORTE VERDADEIRO
      Revista Fórum
      CONTEÚDO LIVRE
      PALAVRAS, TODAS PALAVRS
      Anos dourados: Imagens & fatos
      A MAGIA DA POESIA
      DIÁRIO DO NORDESTE
      SAUDADE FM (OUÇA ESTA EMISSORA AO VIVO)
      CAZZO RADIO TUBE
      Conexão Vasp
      BESTA FUBANA
      BLOG DO NOBLAT
      BLOG DO JOSIAS DE SOUZA
      CHARGE ONLINE
      DIÁRIO DO PODER
      HUMOR POLÍTICO
      BLOG DO TOINHO DE PASSIRA
      DISCOTECA PÚBLICA
      DCM - O ESSENCIAL
      CONSULTOR JURÍDICO
      MUSEU DE IMAGENS
      FAMOSOS QUE PARTIRAM
      SENSACIONALISTA
      FILOSOFIA E TECNOLOGIA
      MUCO: MUSEU DA CORRUPÇÃO
      BLOG DO FÁBIO CAMPANA
      BRASIL NOTÍCIA
      O NORDESTE. COM
      LOROTAS POLÍTICAS & VERDADES EFÊMERAS
      BLOG DA CIDADANIA
      UCHO.INFO
      BACK CO.
      RÁDIO USP - SÃO PAULO - 93.7
      ROTA 2014 - Blog do José Tomaz
      Blog do Lucafe
      ANCELMO.COM
      BLOG DO AMARILDO
      CONTEXTO LIVRE
      Blog do Sidney Rezende
      Jornal Opção
      AVIAÇÃO É VIDA
      BLOG DA SUZY (Receitas práticas e fáceis)
      PAGODE DE MASSA
      Blog SUPER INTERESSANTE
      BLOG DOS APOSENTADOS
      BLOG DO DEDÉ MONTALVÃO
      NÁUFRAGO DA UTOPIA
      ÍNDICE DE ARTIGOS, ETC
      OBSERVATÓRIO da IMPRENSA
      REIPULANTES NEW
      VINDO DOS PAMAPAS
      QUESTIONA BRASIL
      THE BRAZILIAN POST
      BOCA MALDITA
      CULTURA AERONÁUTICA
      LUIS NASSIF ONLINE/GGN
      DEMOCRACIA POLÍTICA e NOVO REFORMISMO
      NOEL ROSA - 100 CANÇÕES
      JOSÉ PEDRIALI
      MINHA TECA
      LETRAS DE MÚSICA
      ORFÃOS do LORONIX
      GRANDES SUCESSOS DE NELSON GONÇALVES
      AEROFOTOS
      ZERO HORA NOTÍCIAS
      DIÁRIO DA MÚSICA
      SAMBA, CHORO E FORRÓ
      FOLHA PODER
      JORNAL PAULISTANO
      Coisas do Mundo, Minha Nêga
      BLOG DO CACHORRO
      REDE BRASIL
      HISTÓRIA DO MUNDO
      PRINCESA SUSI
      RECADOX
      O POVO COM A NOTÍCIA
      PORTAL DO LUÍS NASSIF
      BOLACHA DE CERA
      NEWS AVIA
      BLOG DO LIBERATO
      TOMA MAIS UMA
      FCS BRASIL
      BLOG DO JOÃO MATOSINHO (SOBRINHO)
      INFO ABRIL
      PARANA ONLINE
      WEB: RÁDIO ÉPOCAS
      LIVRE IMPRENSA
      ASMETRO-SN
      Juru em destaque (ouça ALFA FM)
      CHECK-IN O BLOG DA AVIAÇÃO
      RÁDIO FORMA & ELENCO MARTONI
      RAPADURA CULT
      SOU CHOCOLATE E NÃO DESISTO
      HARMONIA SANGREAL
      E VIVA A FAROFA
      RECANTO DAS LETRAS
      TUDO POR EMAIL
      HOMO LITERATUS
      BLOG DO MAGNO
      NOTÍCIAS AGRÍCOLAS
      BLOG DO WELBI
      PODER AÉREO
      POEMAS e FRASES
      DW
      Victorino's Produções (site de músicas)
      300 DISCOS IMPORTANTES DA MPB
      HANGAR ZERO
      SP ANTIGA
      A TRIBUNA DE SANTOS
      DIÁRIO DE PERNAMBUCO
      FOLHA DE S. PAULO
      EL PAÍS INTERNACIONAL
      BLOG DO NOBLAT
      ESTAÇÃO JAZZ E TAL
      JORNAL O TEMPO - BELO HORIZONTE MG
      AVIÕES EM FOCO
      NAVEGAÇÕES NAS FRONTEIRAS DO PENSAMENTO
      BLOG DO RAFAEL BRASIL
      A CASA DE VIDRO
      EM INTERNACIONAL
      VIDEVERSUS
      ANÁLISE SOBRE MÚSICA BRASILEIRA
      TRIBUNA DA INTERNET
      PRELÚDIO PARA SONHAR E AMAR
      JORNAL EXTRA
      SITE POEMAS & CANÇÕES
      CONEXÃO JORNALISMO
      POLÍTICA PARA LEIGOS
      Blog do jornalista Polibio Braga
      BLOG DO MÁRIO MAGALHÃES
      CANHENHO - BLOG DO MATOSINHO
      MEIO AÉREO
      IMPRENSA VIVA
      TEMPOS QUE NÃO VOLTAM MAIS
      CULT CARIOCA
      ALTÍMETRO 2992
      DIVA DEPRESSÃO
      PROSA, VERSO e ARTE
      Site BEM PARANÁ
      CORDEL DE DALINHA
      SOLDA CÁUSTICO
      REALIDADE RE VISTA
      BLOG DO RICARDO BECCARI
      O PALMA
      KBOING (músicas)
      BLOG MARLI GONÇALVES
      SIM, NÓS PODEMOS!!!
      JORNAL DO BRASIL
      JORNALISTAS LIVRES
      JUSTIFICANDO
      DIÁRIO da MÚSICA
      LETRA, MÚSICA & HISTÓRIA
      IMAGENS DO GOOGLE
      BONDeblog
      RÁDIO SOCIAL PLUS BRASIL
    Votação
      Dê uma nota para meu blog